Formação

Catequistas: primeiros evangelizadores

comshalom

Todo processo da evangelização começa com a catequese. Osprimeiros evangelizadores são os catequistas e toda catequese começa nafamília, com os pais, se estende pela comunidade nos catequistas e atinge todaa ação da Igreja. Não há verdadeira família sem pais catequistas, como não hácomunidades verdadeiras sem um número razoável de catequistas. Não há Igrejaverdadeira sem catequese.

 Neste último domingo de agosto em que celebramos o Dia doCatequista, queremos refletir sobre a vocação do catequista. O chamado a sercatequista não é algo pessoal, mas obra divina, graça, dom de Deus.

 No dizer de Dom Eugênio Rixen, Presidente da Comissão paraAnimação Bíblico-Catequética, Catequista “é aquele que se coloca a serviço daPalavra, que se faz instrumento para que a Palavra ecoe. O Senhor chama vocêpara que, através de sua vida, da sua pessoa, da sua comunicação, a Palavraseja proclamada, Jesus Cristo seja anunciado e testemunhado (…) O ser e osaber do catequista sustentam-se numa espiritualidade da gratuidade, daconfiança, da entrega, da certeza de que o Senhor está presente, é fiel”.

 Toda ação catequética é uma experiência do discípulomissionário que encontrou Jesus Cristo, por Ele se encantou e o segue fielmenteno caminho do discipulado, cheio de desafios que o fazem crescer e acabamgerando profundas alegrias. É justamente este espírito animador e alegre quecaracteriza a vocação de tantos e tantas catequistas presentes em nossascomunidades, que testemunham a alegria de serem discípulos missionários deJesus Cristo.

 “Catequista, você é especial para Deus! Sua vocação foigestada no coração do Pai, para que pudesse chegar aos corações de seus filhose filhas com a mensagem da Vida: Jesus Cristo. Sabemos das dificuldades queenfrenta para realizar a sua missão, mesmo assim teimosa e dedicadamenteprossegue neste peregrinar de partilha, de despojamento e aprendizagens” (DomEugênio).

 Catequista, nesse dia acolha o abraço de gratidão demilhares de pessoas, famílias e comunidades que agradecem, pela sua presença naeducação da fé de crianças, adolescentes, jovens e adultos. Em sua ação setraduz, de forma única e original, a vocação da Igreja-Mãe que cuidamaternalmente dos filhos que gerou na fé pela ação do Espírito.

 Querido(a) catequista! Como bispo, em nome da nossa IgrejaDiocesana, digo: Parabéns e Muito Obrigado! Desejo que a força e a luz daPalavra e do Espírito Santo continuem a suscitar-lhe a fé e o compromissomissionário! A bênção amorosa do Pai, que cuida com carinho de seus filhos efilhas, que um dia nos chamou a viver com alegria a vocação do discípulomissionário, esteja na sua vida, na vida da sua família e comunidade hoje esempre. Amém.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *