Formação

Celebração dos santos mártires do Rio Grande do Norte

Você sabe quem são estes homens que foram até as últimas consequências por amor a Cristo?

comshalom
A Igreja no Brasil celebra hoje, 3, a memória dos santos Mártires André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, ambos sacerdotes que morreram em 1645 em defesa da fé católica em Cunhaú e Uruaçu (RN).

História

Em 16 de junho de 1645, Padre André de Soveral e outros 70 fiéis foram cruelmente mortos por mais de 200 soldados holandeses e índios potiguares. Os fiéis participavam da missa dominical, na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú, município de Canguaretama, localizadoa Zona Agreste do Rio Grande do Norte.

Quatro meses depois, em 3 de outubro, mais 80 pessoas foram mortas pelos holandeses, entre elas, o Padre Ambrósio Francisco Ferro, quemanteve a firmeza na fé defendendo fiéis. Na mesma ocasião, o camponês MateusMoreira teve o coração arrancado pelas costas, enquanto repetia a frase: Louvado seja o Santíssimo Sacramento.

Este morticínio aconteceu no Engenho de Uruaçu. Hoje chama-se Comunidade Uruaçu na área do município de São Gonçalo do Amarante, a 18 quilômetros de Natal, litoral do Rio Grande do Norte.

Beatificação

O processo de beatificação foi aberto pela Santa Sé, em 16de junho de 1989. Em 21 de dezembro de 1998, o Papa João Paulo II assinou o Decreto reconhecendo o martírio de 30 brasileiros, sendo dois sacerdotes e 28l eigos. O Postulador da Causa dos Mártires é Monsenhor Francisco de Assis Pereira.

Segundo Monsenhor Francisco, A memória dos servos de Deus sacrificados em Cunhaú e Uruaçu permaneceu viva na alma do povo potiguar, que os venera como enclíticos defensores da fé católica.

Monsenhor Assis acompanhou o processo de beatificação junto ao Vaticano, por mais de dez anos, reunindo documentos em pesquisas realizadas em Portugal, Holanda e no Brasil. Deste material resultou o livro Protomártires do Brasil, de sua autoria, lançado no final de 1999.

A beatificação aconteceu na Praça de São Pedro, no Vaticano, em 5 de março de 2000, em celebração presidida pelo Papa João Paulo II. Cerca de mil brasileiros participaram da solenidade.

Canonização

Em 15 de Outubro de 2017, o Papa Francisco declarou santos os mártires potiguares após o pedido oficial, durante a cerimônia celebrada pelo cardeal Angelo Amato, prefeito da congregação da Causa dos Santos. “Que estes que agora são santos indiquem a todos nós o verdadeiro caminho do amor e da intercessão junto ao Senhor para um mundo mais justo”, declarou o Papa Francisco.

Protomártires

Os mártires de Cunhaú e Uruaçu foram chamados de Protomártires pelo Prefeito da Congregação das Causas dos Santos porque são os primeiros mártires do Brasil reconhecidos oficialmente pela Igreja.

Peçamos a intercessão destes grandes homens no dia de hoje!


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *