Shalom

Cerco de Jericó: Deus vence por nós

7 dias diante do Santíssimo Sacramento em adoração, sem parar. Esse é o cerco de Jericó, incessante intercessão por uma ou mais intenções. O Shalom Recife inicia o seu primeiro Cerco deste ano no próximo dia 9 de abril e segue até o dia 15, tendo como intenção principal o novo Centro de Evangelização da Comunidade aqui na cidade. Durante esses dias toda a comunidade de vida, de aliança e os grupos de oração se revezarão nas orações.

“Muitas são as batalhas para alcançarmos essa meta, e por isto realizamos este cerco de Jericó, só Deus pode vencer por nós essa batalha, e juntos com Ele, unidos a Ele, nós venceremos também está batalha!”, justifica Lucas Passos, coordenador apostólico do Shalom Recife. Segundo ele, a Missão “vive uma grande graça de Deus, um grande crescimento espiritual, Vocacional e também de toda Obra. E por isto Deus nos pede mais. Pede para que avancemos.”, concluiu.

De acordo com o site católico Cléofas, o Cerco de Jericó teve início na Polônia, em maio de 1979, quando para obter uma vitória certa, alguns piedosos poloneses organizaram em seu país um Congresso de Rosário: 7 dias e 6  noites de rosários consecutivos, diante do Santíssimo Sacramento exposto. A ideia surgiu depois de uma mensagem Santíssima Virgem onde dizia: “Para a preparação da primeira peregrinação do Papa João Paulo II (recém-eleito) à sua Pátria, deve-se organizar na primeira semana de maio, em Jasna Gora.

No Antigo Testamento

O Cerco de Jericó teve origem no antigo testamento quando, após a morte de Moisés, Deus determinou Josué para conduzir o povo hebreu. Ao chegar à cidade de Jericó se depararam com grandes muralhas, e cumprindo as ordens do Senhor, deram 7 voltas ao redor da cidade, ao som da trombeta e levando a Arca da Aliança. No sétimo dia, como o Senhor havia prometido, as muralhas caíram.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *