Institucional

Chegada à Polônia: Papa visitará túmulo de São Estanislau e relíquias de São João Paulo II

VTC05. CIUDAD DEL VATICANO, 03/06/2013.- El papa Francisco reza durante el acto de conmemoración del 50 aniversario de la muerte del beato papa Juan XXIII (25 de noviembre 1881-3 de junio de 1963), en la Basílica de San Pedro del Vaticano, el 3 de junio del 2013. EFE/Ettore Ferrari

Na quarta-feira, 27, o Papa Francisco chega a Cracóvia para o encontro com os jovens peregrinos do mundo inteiro. Nesse dia, visitará o túmulo do grande padroeiro da Polônia, São Estanislau. Em um momento de oração silenciosa diante do túmulo do padroeiro, onde também estão dispostas as relíquias de São João Paulo II, o pontífice, com toda a Igreja da Polônia e o jovens do mundo inteiro, rezará pela primeira vez na Jornada Mundial da Juventude de 2016. Muitos jovens da Comunidade Católica Shalom estarão lá reunidos nesse momento especial.

São Estanislau foi o primeiro santo polonês canonizado e, desde antes de sua morte, era considerado santo por sua dedicação incansável ao Evangelho, defendendo os mais pobres e exortando os mais poderosos à conversão, o que causou sua perseguição e posterior martírio pelo próprio rei da Polônia. A Catedral Wawel, onde são venerados seus restos mortais, é o principal santuário do país. Esse é o lugar onde Francisco, em seu primeiro dia na Cracóvia, iniciará sua própria peregrinação na terra dos apóstolos da misericórdia. São Estanislau abriu as portas da santidade para seu povo derramando, como mártir, seu sangue. Desse modo, semeou a terra que depois gerou para a Igreja grandes santos. O saudoso São João Paulo II, em sua primeira viagem como papa à Polônia, referiu-se ao padroeiro com carinho filial, ao fazer a relação entre o ano jubilar de seu martírio e o ano da eleição do primeiro papa polonês. Na ocasião, convocou a nação polonesa a ser um povo que testemunha a fé.

A Jornada Mundial da Juventude na Polônia é a primeira depois da canonização de João Paulo II, e celebrará a vida do artífice das jornadas mundiais. É como se, mais uma vez, Karol Woltila visitasse sua Polônia querida no rosto de cada jovem que, inspirado por sua vida, testemunha a fé nessa terra. Os peregrinos ainda estão chegando de todas partes para fazerem parte dessa grande homenagem a são João Paulo II. Muitos chegam para agradecer graças recebidas. Sacerdotes, famiílias, religiosos, fundadores de institutos de vida consagrada descobriram sua vocação aos pés do santo pontífice que, desde seu primeiro pronunciamento, convidou a todos a não temerem, mas escancararem as portas do coração a Deus.

A Comunidade Shalom é filha do pontificado de João Paulo II e por isso estará presente não só como peregrina mas também como evangelizadora. O Festival Halleluya em Cracóvia representa o cumprimento da promessa que o jovem fundador da Comunidade Shalom, Moysés Azevedo, fez aos pés do pontífice polonês em 1980, ofertando a vida para evangelizar os jovens. Acompanhe o Halleluya Cracóvia, que acontece de 27 a 29 de julho, aqui no comshalom.org e em nossas redes sociais.

 

Raquel Reis


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *