Institucional

Convenção Shalom 35 anos foi um renovar da nossa oferta de vida

 

Em setembro, 3000 pessoas peregrinaram a Roma para estar junto ao Papa Francisco em uma convenção especial de comemoração aos 35 anos da Comunidade Católica Shalom.  Os sete dias de encontro foram marcados por ação de graças, palestras, Congresso de Jovens e um encontro com o Santo Padre, onde toda a Comunidade Shalom pode renovar, representada por aqueles que ali estavam, a oferta de vida a Igreja e aos jovens aos pés de Francisco, assim como Moysés ofertou a São João Paulo II em 1982 em uma visita do Papa ao Brasil.

Já faz um pouco mais de um mês que tudo isso aconteceu, os peregrinos voltaram cada um a sua missão, às suas casas e familiares, trazendo nas malas a responsabilidade de se ofertarem à Santa Igreja, aos jovens, aos mais necessitados, cada qual a sua maneira: uns doando seus dias em casas de missão, outros em suas famílias, nas empresas onde trabalham, nas faculdades… Os peregrinos voltaram ainda mais revigorados, trazendo essa recordação gravada em suas mentes e com o Carisma ainda mais enraizado no coração.

Victor Emmanuel Cunha, vocacionado a comunidade Católica Shalom é natural de Teresina e atualmente mora em Belo Horizonte, conta-nos um pouco do que foi e esta sendo esta experiência: “Há um pouco mais de um mês eu estava retornando de um dos momentos que certamente marcou minha vida e a vida de tantos outros irmãos: Convenção Shalom 35 anos – uma peregrinação ao coração da Igreja, uma visita à Cidade Eterna que banhada pelo sangue de tantos mártires, de São Paulo e de São Pedro, testemunhou a oferta destes e de tantos outros santos.

Foi para renovar a oferta de um jovem diante do Bispo de Roma que lá estivemos, para renovar aquela oferta como um povo que foi alcançado por ela e que se dispõe a sair de si para alcançar tantos. Devemos fazer entender que o Pai que nos aguardou com carinho e ternura também os aguardam com um Amor específico.

Para muitos pode ser uma grande perda de tempo, pra nós não é isso não, é muito mais: é perda de vida. Vida que é vivida da melhor maneira em um contínuo “ofertório”, e assim se perdendo diariamente por amor a Cristo e em favor dos jovens, e de todos os homens.

Ao chegar em missão ao Brasil, em Belo Horizonte, na certeza que nossas vidas estão enraizadas no céu, não canso de saber que nosso dever é perdê-las em favor de todos. Que Deus nos dê a graça da coerência. Amém”.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *