Mundo

Da resignação a cura do câncer

Era outubro, quando numa consulta médica, ela fica sabendo que tem um câncer no seio já grande demais para qualquer procedimento médico. Embora muito aflita com a notícia, continua com o mesmo ritmo de trabalho e devoções diárias até não poder suportar, pautando a vida pela esperança e fortaleza cristãs.

Em junho do ano seguinte faz uma peregrinação a Lourdes com as três filhas mais velhas na expectativa do milagre da cura, que, não tendo ocorrido, tampouco a decepcionou. Consolou-a a promessa feita por Nossa Senhora a Bernadete: “Não vou fazê-la feliz neste mundo, mas no outro. ”  Na última carta escrita ao irmão Isidoro, em 16 de agosto, disse: “Se a Santíssima Virgem não me curou é porque chegou a minha hora e Deus quer que eu encontre repouso em outro lugar que não a terra. ” Era dura para a enferma a ideia de deixar o marido e as filhas, mas aceitava com resignação os desígnios de Deus: “Se não me curo é porque será talvez melhor para eles que eu me vá. ”

Seus últimos meses na terra foram marcados por intensos sofrimentos, dores atrozes, febre, hemorragia, desarranjo intestinal e toda sorte de desconfortos. Mas manteve a serenidade até a morte. No momento de sua partida, estavam a seu lado o marido e o irmão. Logo depois vieram as três filhas mais velhas. A pequena Teresa, assim como Celina, despediu-se da mãe, que se chamava Zélia Martín, na manhã seguinte.

Santa Zélia era mãe de Santa Teresinha e manteve a serenidade até a morte, aos 46 anos, em 28 de agosto de 1877. Foi canonizada junto com o esposo, Luís Martin pelo Papa Francisco em 27 de junho de 2015.

A doença que atingiu Zélia Martin naquela época, ainda hoje em pleno século XXI, mata 8,3 milhões de pessoas por ano no mundo. O Dia Mundial do Câncer é celebrado em 4 de fevereiro e tem como objetivo aumentar a conscientização sobre a doença, alertando a população sobre os sinais e sintomas e a importância do diagnóstico precoce.

O Protetor contra o Câncer

Já para São Peregrino, o destino divino foi diferente do de Zélia. Aos 60 anos de idade, por causa de seu estilo de vida sacrificado, foi acometido pelo câncer, com uma grande ferida em sua perna direita. Sem ver nenhuma chance de cura, o médico sugeriu amputar a perna do santo para salvar sua vida. Durante aquela noite, porém, ele foi se arrastando até a sala de orações, onde havia uma pintura de Jesus crucificado na parede.

Ele se prostrou aos pés da cruz e clamou pela cura daquela doença fatal. Tomado pelo êxtase, viu Jesus descer da cruz pintada na parede e tocar sua perna enferma. Ao acordar, mandou chamar o médico, que constatou que havia ocorrido um verdadeiro milagre, pois a perna de São Peregrino estava totalmente curada e não precisava ser amputada.

Por causa deste fato, ele passou a ser venerado e invocado como o protetor contra o câncer. Muitas pessoas têm alcançado graças e milagres de cura dessa doença ainda hoje pedindo a intercessão de São Peregrino.

 

Oração de São Pelegrino (Protetor contra o câncer)

Glorioso Santo que, obedecendo à voz da graça, renunciastes, generosamente, às vaidades do mundo para dedicar-vos ao serviço de Deus, de Maria SS. e da salvação das almas, fazei que nós também, desprezando os falsos prazeres da terra, imitemos o vosso espírito de penitência e mortificação. São Pelegrino, afastai de nós a terrível enfermidade, preservai-nos a todos nós deste mal, com vossa valiosa proteção.

São Pelegrino, livrai-nos do câncer do corpo e ajudai-nos a vencer o pecado, que é o câncer de alma. São Pelegrino, socorrei-nos, pelos méritos de Jesus Cristo Senhor Nosso.

São Pelegrino, rogai por nós. Amém.

Angela Barroso


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *