Institucional

“É na humildade que conhecemos a voz de Deus nas nossas vidas”

comshalom

Humildade e Santidade, tema  de  cursos no último dia do Reviver Salvador

IMG_2917 Nessa terça (03), último dia Reviver Salvador, a programação da tarde foi marcada por cursos simultâneos que acontecem no local, além de Seminário de Vida No Espírito Santo.

O curso “Santidade, eu quero buscar”, ministrado pelo Missionário Pedro Rios, hoje foi iniciado com breve introdução sobre a Vida de São Francisco de Assis. O santo que teve sua história marcada pelo abandono em Deus e despojamento da vida material.

Pedro destacou a importância de viver a santidade de forma sincera e de entrega cotidiana. “Querer ser santo  é acreditar, porque Deus me quer assim. Se Deus me quer, é possível. Devemos desejar, ir, não só querer”, declarou.

Ainda sobre a vida de São Francisco, Pedro enfatizou a necessidade que precisamos de nos desapegar do que atrapalha a santidade, sermos humilde na nossa vivência de fé. “São Francisco entendeu o que significa deixar tudo por amor ao Senhor. Precisamos  nos dispor a viver como ele viveu e todo dia estar atentos ao que nos tira da oração, frisou.

IMG_2915

Para Pedro , a maturidade humana precisa basear-se na humildade. Deus nos chama à humildade pela comunicação da verdade. Deus é concreto, e devemos buscar com humildade, o caminho do amor. A Humildade é a porta da verdade. Deixemos, portanto, Deus fazer pela sua vontade.  É na humildade que conhecemos a voz de Deus nas nossas vidas”, arrematou.

 

Ainda sobre humildade, o Missionário destacou o verdadeiro sentido do amor. ”Amor baseado na verdade. Amor  não tem nada a ver com sentimento. Amor é opção, é vontade. Não sejamos suscetíveis à mentalidade do mundo. Santidade é viver, na humildade, a vontade de Deus todos os dias em nossa vida. Humildade é reconhecer que não somos dono da verdade, a verdade é Deus. Eu existo para servir ao outro”, disse.

Outra exortação do Missionário em sua pregação, foi sobre o orgulho, que impede de vivermos a vontade de Deus. “O orgulho atrapalha nossa santidade. Não podemos querer ser o centro. As vezes nosso coração carrega e protege mazelas que nos impede de viver a vontade de Deus.  É preciso ter coragem para enfrentar a verdade de nós mesmos. Isso é maturidade. O primeiro passo para a santidade, é o auto conhecimento. Deus quer nos ensinar algo novo. A verdade sobre Ele, sobre nós e sobre o outro. O Senhor é nosso amigo”, finalizou.

 

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *