Institucional

Efusão do Espírito Santo marca último dia do Renascer e Reviver em todo o país

comshalom
São Luís (MA)
floripa
Efusão do Espírito Santo no Reviver em Florianópolis (SC)

A Igreja afirma que o efeito da ressurreição de Jesus Cristo completou-se com a efusão do Espírito Santo, que se manifestou, deu-se e comunicou-se no Pentecostes. Esse momento foi atualizado nesta manhã no Renascer e no Reviver em todo o Brasil

O coração do Renascer e do Reviver é a efusão do Espírito Santo, que aconteceu na manhã desta segunda-feira (09) em mais de 80 cidades onde os eventos são realizados. A efusão é o momento ápice do Seminário de Vida, em que os participantes têm uma experiência pessoal com o Espírito Santo, a terceira pessoa da Santíssima Trindade, capaz de dar uma vida nova, feliz e plena a quem o recebe.

.: Clique aqui e veja fotos da efusão do Espírito Santo nesta manhã no Renascer e no Reviver pelo Brasil

O Espírito Santo é dado no batismo aos fieis, mas ao longo do tempo essa experiência precisa ser renovada. É pela imposição de mãos que qualquer pessoa batizada pode pedi-la por quem reza. O Catecismo da Igreja Católica fala sobre essa prática: “É pela imposição das mãos que Jesus cura os doentes e abençoa as crianças. O mesmo farão os Apóstolos, em seu nome. Ainda mais: é pela imposição das mãos dos Apóstolos que o Espírito Santo é dado” (CIC §699).

No Renascer e no Reviver, para facilitar a oração, os participantes se organizam em filas. Em Fortaleza, onde a primeira edição do evento foi realizada em 1986, o fundador da Comunidade Shalom, Moysés Azevedo, lê o trecho dos Atos dos Apóstolos que narra o Pentecostes. O mesmo acontece nas cidades onde acontece o retiro, a palavra é proclamada por missionários do Shalom que, como Moysés, reiteram a verdade libertadora: “Você é templo do Espírito Santo”.

Em seguida, os participantes renovam as promessas do batismo, renunciando a Satanás e a todo o mal, e professando a fé católica. Com cânticos, eles suplicam o Espírito Santo, enquanto os servos (membros da Comunidade e da Obra Shalom), impõem-lhes as mãos, em oração, pedindo a efusão.

“É isto a efusão do Espírito Santo: o amor, o perdão, a misericórdia de Deus, enchendo o nosso coração e a nossa vida”, afirma Moysés.

João Patriolino coordena o Seminário de Vida no Espírito Santo em Fortaleza. Para ele, a urgência da evangelização no mundo de hoje, tão marcado por rancor, desejo de vingança, dúvida quanto à própria identidade e relativismo, deve fazer com que a efusão não seja pedida apenas em momentos como esses, no Renascer. A paz é fruto dessa experiência de amor.

“Qualquer batizado pode, em nome de Jesus, pedir essa experiência para outra pessoa, e dizer: ‘Senhor, derrama o teu Espírito Santo sobre a vida deste meu irmão, vinde em socorro dele’. Nós vivemos um tempo em que não precisamos mais esperar pelo Seminário de Vida para pedir a manifestação do poder e da graça de Deus, que quer converter e amar a humanidade”, conclui.

 

Emanuele Sales


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *