Sem Categoria

Eu apertei o botão REVIVER

comshalom

Se me permite o caro leitor  (quem lê pensa que sou culto rsrs) gostaria de  começar essa pequena partilha com um trecho de uma música que me indentifica muito: “eu encontrei oque tanto buscava liberdade e segurança amor que nunca passa…

Foram nos dias 15 16 e 17 de fevereiro de 2015 que eu apertei o botão REVIVER, revivi no amor e pude tocar na plenitude da felicidade.

Um dia antes, fui em minha paróquia de origem, São Francisco de Assis dos Pequeninos, para a festa de carnaval que acontece todos os anos. Levei comigo a minha amiga  (na qual eu estava me relacionando na época); ela não era de nenhum movimento da igreja, porém, sempre disse a ela que nenhum relacionamento me tiraria da igreja novamente (mas esse já estava me afastando aos poucos).

Fomos muito bem recebidos ao chegar lá, ela dançou pulou, porém a todo instantes algo me inquietava muito. Quando deu o intervalo, fomos para o lado de fora e lá, sem nunca ter comentado sobre isso, falei para ela que eu precisava encontrar o meu lugar na igreja e ela até brincou dizendo: “você quer ser padre?” Eu disse que não, pois nunca me senti chamado a isso. Voltamos para dentro e uma amiga, que hoje posso chamar até de anjo, chegou do nada e disse: “ei amanhã tem o retiro de carnaval, o Reviver, da Comunidade Shalom, vamos?”. Eu disse que não daria pois já tinha compromisso.

O evento acabou, fui para casa, mas algo dentro de mim dizia para eu ir para esse retiro. Sem pensar duas vezes combinei com a galera e fui sem medo. chegando lá fui MEGAAAAAAA, isso mesmo, muito bem acolhido e principalmente amado. Eu queria saber de onde vinha tanta felicidade.

Foi então que começou a peça de teatro da minha vida, onde no meu lugar se encontrava um rei chamado Macário. Ele tinha o poder de viajar no tempo e fazia isso para encontrar a felicidade, porém não a encontrava. Mas Deus, na sua maravilhosa dinâmica, dividiu a peça para os três dias. E eu, só tinha 20,00 reais para almoçar, ou seja, só iria um dia. Foi quando um amigo me chamou para almoçar com ele e pagou a minha comida; sem saber, estava eu ali sendo amado por Deus e experimentando da sua divina providência.

No dia 16 estava eu lá com 20,00 reais e apaixonado pela comunidade. Já era de se esperar, o Rei não encontrou a felicidade. Estava ficando triste porque bem provalmente não iria no último dia pois não tinha dinheiro para comer. Mas, mais uma vez fui alcançado pela providência divina. No dia 17, o Rei e eu descobrimos que a verdade felicidade está dentro de nós e essa felicidade é Deus.

No último dia você via corpos cansados, porém rostos extremamente radiante de felicidade. Daquele dia em diante passei a não desejar outra coisa se não essa felicidade que não acaba na quarta feira de cinzas, e queria, assim como eles, ofertar a minha juventude para que outros jovens possam sentir essa mesma alegria que eu sinto até hoje.

Quem me conhece sabe que não estou mentindo. Posso dizer que eu mudei e mudei muito. Não me tornei santo, estou longe disso, mas dentro de mim cresce a cada dia a vontade de ser INTEIRAMENTE DE DEUS.  Depois de 2 anos, sou vocacionado da Comunidade Shalom com caminho para comunidade de vida.

O eu posso mais fazer se não dar de graça aquilo que de Graça recebi de Deus? Por isso te convido: ALEGRA-TE  e permita Deus fazer uma virada de 180 graus em sua vida.

Lucas Martins, vocacionado da Missão São Paulo da Comunidade Católica Shalom


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *