Formação

Evangelizadores pelo Batismo

comshalom

No 4° final de semana de agosto, a Igreja Católica celebra avocação dos fiéis leigos. Incorporados a Cristo pelo batismo, eles participamdas funções de Cristo sacerdote, profeta e pastor. Conforme afirmação doDocumento de Puebla, são “homens da Igreja no coração do mundo, e homens domundo no coração da Igreja” (DP, 786).

 Paulo VI lembrava que “o espaço próprio de sua atividadeevangelizadora é o vasto e complexo mundo da política, da realidade social e daeconomia, como também da cultura, das ciências e das artes, da vidainternacional, dos Meios de Comunicação Social, e outras realidades abertas àevangelização, como o amor, a família, a educação das crianças e adolescentes,o trabalho profissional e o sofrimento” (EN, 70).

 Além desse espaço próprio, a Conferência de Aparecida dizque “os leigos também são chamados a participar na ação pastoral da Igreja,primeiro com o testemunho de vida e, em segundo lugar, com ações no campo daevangelização, da vida litúrgica e outras formas de apostolado, segundo asnecessidades locais sob a guia de seus pastores”. Ainda: “aos catequistas,ministros da Palavra e animadores de comunidades que cumprem magnífica tarefadentro da Igreja, os reconhecemos e animamos a continuarem o compromisso queadquiriram no batismo e na confirmação (DA, 211).

 O Catecismo da Igreja Católica diz que “todos os fiéis sãoencarregados por Deus do apostolado em virtude do Batismo e da Confirmação”.Por isso, “os leigos têm a obrigação e o direito de trabalhar para que amensagem divina da salvação seja conhecida e recebida por todos os homens e portoda a terra” (CIC, 900).

 A Igreja, na Diocese de Santa Cruz do Sul, reconhece ogrande trabalho desenvolvido pelos fiéis leigos e leigas na obra evangelizadorada região. Este trabalho começou com a vinda dos imigrantes que construíam suascapelas e escolhiam entre si pessoas de boa reputação para presidir as rezas naausência do padre. Continuou com os grupos da Ação Católica, professorescomunitários, líderes das comunidades, zeladoras das capelinhas de NossaSenhora, conselhos administrativos, movimentos de espiritualidade e, maisrecentemente, as catequistas, os coordenadores das diversas pastorais e osministros.

 Como bispo, estou ciente de que a Igreja ganha beleza eeficiência na medida em que conta a efetiva participação de leigos em sua obraevangelizadora. Quando bispo, padres, religiosos e leigos atuarmos em igualdadede condições e com igual senso de responsabilidade, o rosto da Igreja Diocesanaserá muito mais atraente e a mensagem de Jesus Cristo será melhor anunciadae assimilada.

 Parabéns pelo dia do leigo e da leiga, obrigado pelotestemunho fiel ao Evangelho e que Deus abençoe sua missão, sua vida e seutrabalho.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *