Formação

Fé e saúde mental

Estudos da Psicologia apontam que pessoas com fé são mais felizes, conseguem combater doenças e superar adversidades com mais facilidade.

comshalom

A Ciência está cada vez mais reconhecendo a fé como algo relevante e de extrema importância para o bem estar físico e mental dos indivíduos. Dezenas de estudos na área da Psicologia vem comprovando que fiéis são mais felizes, vivem mais, conseguem combater doenças e superar adversidades com mais facilidade quando estes praticam ou frequentam alguma prática religiosa. A Organização Mundial da Saúde (OMS) atesta que a fé influencia na saúde física, mental e biológica.

>> Acompanhe a Comunidade Shalom no YouTube

Segundo um estudo realizado na Europa, na Universidade de Duke 2020, as práticas religiosas estimulam algo essencial para o ser humano: o espírito de comunidade. Os fiéis normalmente não estão sozinhos, estão cercados de outros que têm a mesma fé, o que ajuda a superar a depressão e os problemas da vida. Esses estudos revelaram que pessoas que têm fé vivem mais, cerca de 25% a mais que os descrentes, além de terem mais disposições físicas e saúde mental devido a um sistema imunológico e de defesa muito mais fortalecidos. Isso explica porque as pessoas mais religiosas vivem em média 7 a 14 anos a mais, segundo esta pesquisa. 

Relação entre corpo, alma e espírito

Como psicóloga e estudiosa na área, enfatizo que todas as nossas ações e pensamentos estão correlacionados, havendo uma relação direta entre nosso corpo, alma e espírito, logo essas intervenções não ocorrerão de forma diferente nas condições e práticas espirituais e religiosas. Portanto, tanto o nosso corpo, como as nossas emoções serão influenciados e estabilizados em virtude de nossas práticas espirituais – oracionais – podendo gerar na pessoa uma sensação de segurança, tranquilidade, esperança, felicidade e bem estar, que influenciará diretamente na diminuição dos medos, ansiedades, raivas, tristezas e desesperanças. Isso significa que a pessoa que realiza constantemente exercícios oracionais pode com tempo ir tornando-se menos impulsivo, ficando com o tempo menos ansioso e sentindo-se mais leve, feliz, seguro e realizado, adquirindo assim mais saúde física, mental e espiritual.

Leia também| Por que sorrir?

Para se realizar práticas oracionais, seja ela (vocais ou contemplativas) se faz necessário uma fé, uma crença espiritual, a qual eleva a pessoa para uma dimensão além dela mesma, chamamos essa atitude de Autotranscendência. E essa capacidade já é especificamente humana, que pode ser perfeitamente traduzida como uma atitude de fé, a qual permite a pessoa, uma espécie de relação com o Divino, com o sobrenatural, convocando a estes a experimentar verdadeiros encontros existenciais, mediante diálogos sinceros, abertos e autênticos vindos de uma profunda confiança em Deus. Os efeitos possíveis desses verdadeiros encontros podem ser evidentes nas transformações de vida, nas reconciliações familiares, nas superação de crises e conflitos e contribuir nos tratamentos de doenças crônicas e psicológicas como: depressão, pânicos, ansiedades, estresses, vícios, assim como diminuir os fatores de riscos em virtude de drogas, violência e suicídios.

Logoterapia  

A espiritualidade humana, segundo a Logoterapia, parte da dimensão noética a qual é inerente a toda pessoa humana, e esta não pode ser entendida a nível categórico, medido, provado, ela é um processo experimental, apenas o sujeito que vivencia a prática religiosa, mediante a sua fé, poderá descrever os reais impactos, efeitos, sensações e consequências dessa relação com o Divino e descrever o verdadeiro sentido dessa vivência sobrenatural em sua vida. 

Nós enquanto Psicólogos devemos manter a continuidade do diálogo entre religião e psicologia, no sentido de buscar uma compreensão recíproca tão indispensável numa era de tanto pluralismo, resgatando, para a ciência e para nossas práticas terapêuticas, uma visão integral do homem, reconhecendo nestes uma essência divina (sentido último) que comporta em cada ser. 

Eu, enquanto psicóloga – Logoterapeuta, reconheci o sentido de minha fé e assim descobri a minha essência quando comecei a frequentar a Comunidade Católica Shalom e hoje como Consagrada Definitiva venho exercendo a minha profissão como cumprimento da missão que Deus me confia diante de meus pacientes. Através do verdadeiro amor de Deus aprendi a amar o próximo, a ouvir as necessidades do outro que sofre em busca de um consolo profundo com uma sede profunda de uma paz interior. Aprendi que é através do amor e da paz que eu preciso ajudar outras pessoas a descobrirem também o verdadeiro sentido de sua vida – Deus. 

Milena Barreto Aires,
Consagrada Definitivo na Comunidade Católica Shalom.
Reside atualmente em Fortaleza- Ce.
Formada em Psicologia e com especialização em Logoterapia. 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.