Formação

Formação para o apostolado

comshalom

Necessidade da Formação para o Apostolado

 28. O apostolado não pode atingir eficácia plena, senãoatravés da formação múltipla e integral. Exigem-na não apenas o progressocontínuo do leigo na espiritualidade e na doutrina, mas também o conjuntovariado de assuntos, pessoas e encargos, aos quais sua atividade deveadaptar-se. Tal formação para o apostolado há de fundamentar-se no que foiafirmado e declarado alhures por este Sacrossanto Concílio.1 Além da formação,comum a todos os cristãos, muitos tipos de apostolado exigem formaçãoespecífica e peculiar, em vista das pessoas e circunstâncias diferentes.

Princípios de Formação para os Leigos no Apostolado

 Uma vez que os leigos participam a seu modo na missão daIgreja, sua formação apostólica assume característica especial, a partir daíndole secular e própria do laicato e da sua espiritualidade.

A formação para o apostolado supõe certa formação humanaintegral, de conformidade com a capacidade e as condições de cada pessoa. Poiso leigo, conhecendo bem o mundo de seu tempo, deve ser membro de sua sociedadee ajustado à formação cultural dela.

Em primeiro lugar, aprenda o leigo a cumprir a missão deCristo e da Igreja, vivendo da fé no mistério da criação e redenção, movidopelo Espírito Santo que vivifica o povo de Deus e impele os homens todos aamarem a Deus Pai e n’Ele o mundo e os homens. Tal formação deve ser tida comofundamento e condição de qualquer apostolado frutuoso.

Além da formação espiritual, exige-se sólida instrução nadoutrina, a saber, teológica, ética, filosófica, segundo a idade, condição etalento de cada qual. Não se negligencie de forma alguma a importância dacultura geral junto com a formação prática e técnica.

Para cultivar as boas relações humanas é preciso que sefomentem os valores verdadeiramente humanos, em primeiro lugar a arte deconviver e cooperar como irmãos e a de manter o diálogo.

Como no entanto a formação para o apostolado não podemanter-se na pura instrução teórica, gradativamente e com prudência, desde oinício da formação, aprendam a ver, julgar e agir em todas as coisas sob a luzda fé, a formar-se a si mesmos e a aperfeiçoar-se pela ação e assim a entrarpara o serviço ativo da Igreja.2 Esta formação, que deve ser sempreaperfeiçoada, por causa da maturação progressiva da personalidade e por causada evolução dos problemas, exige conhecimento sempre mais profundo e açãoadaptada. Ao cumprirem-se as exigências todas de formação, mantenha-se diantedos olhos o ideal da unidade e integridade da pessoa humana, de forma asalvar-se e ampliar-se a harmonia e o equilíbrio.

Desta sorte o leito se insere plena e ativamente na própriarealidade da ordem temporal e assume com eficiência a sua responsabilidade noencaminhamento das realidades terrenas, e, ao mesmo tempo, como membro vivo etestemunha da Igreja, torna-a presente e ativa no seio das coisas temporais.3

 

Os Formadores de Apóstolos

30. A formação para o apostolado deve iniciar-se desde aprimeira educação das crianças. De modo especial no entanto iniciem-se noapostolado os adolescentes e jovens, imbuindo-se deste espírito apostólico. Talformação há de aprimorar-se pela vida toda, conforme o exigirem os novosencargos. É assim evidente que os encarregados da educação cristã tambémestejam vinculados à tarefa da formação para o apostolado.

É dever dos pais na família disporem os filhos, desde ameninice, a conhecerem o amor de Deus para com os homens todos; ensinarem-lhespouco a pouco, sobretudo pelo exemplo, a solicitude pelas necessidadesmateriais e espirituais do próximo. Por isso a família toda e sua vida em comumse transforme como que num estágio para o apostolado.

Importa além disso educar as crianças a ultrapassarem asbarreiras da família e abrirem o espírito para as comunidades tantoeclesiásticas quanto temporais. Na comunidade local da paróquia sejam de talsorte assumidos que nela adquiram a consciência de serem membros vivos e ativosdo povo de Deus. Na catequese e na pregação, na direção das almas, ou em outrosmisteres pastorais, interessem-se os sacerdotes pela formação para oapostolado.

É ainda obrigação das escolas, dos colégios e demaisinstituições católicas, dedicados à formação, estimular nos jovens o sensocatólico e a ação apostólica. Se falhar esta formação – ou porque os jovens nãofreqüentam tais escolas, ou por outro motivo – tanto mais com ela se preocupemos pais, os pastores d’almas e as associações apostólicas. Os professores eeducadores, que por vocação e ofício exercem forma superior de apostoladoleigo, dominem de tal maneira a doutrina e arte pedagógica, que possamtransmitir com eficiência tal formação.

Também os grupos ou associações de leigos, quer visem oapostolado, quer outros fins sobrenaturais, de acordo com seu fim e suasmodalidades, hão de fomentar com insistência e persistência a formação para oapostolado.4 Constituem eles muitas vezes a rota norma da formação acertadapara o apostolado. Pois neles se encontra a formação doutrinária, espiritual eprática. Os seus membros examinam com os companheiros e amigos, em pequenasequipes, os métodos e frutos de sua atividade apostólica e comparam o seu modode vida cotidiano com o Evangelho.

Esta formação deve ser orientada no sentido de levar emconta todo o apostolado dos leigos, que há de ser exercido não apenas nas rodasdas associações, mas em todas as circunstâncias através da vida toda, sobretudoda vida profissional e social. Mais. Cada qual deve preparar-se ativamente parao apostolado, coisa que mais se impõe na idade adulta. Pois avançando em idadeé que a mente desabrocha. Assim cada qual é capaz de descobrir com mais atençãoos talentos com que Deus lhe enriqueceu a alma e ativar com mais eficiênciaaqueles carismas que lhe foram conferidos pelo Espírito Santo em benefício dosirmãos.

Carta sobre o Apostolado dos Leigos – Concílio Vaticano II

» Apostolado dos Leigos
»O Apostolado de Evangelização e Santificação dos Homens

» Os campos de apotolados dos leigos
»As diversas modalidades do apostolado dos leigos na Igreja
» A ação Católica
» Formação para o apostolado
» Formação Adequada para os Diversos Tipos de Apostolado


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *