Institucional

Há mais alegria na casa do Pai

comshalom

No início da manhã desta segunda, 03 de março, o Renascer começou suas atividades com uma forte súplica ao Espírito Santo. Em seguida, foi realizada uma apresentação artística, cujo enredo conta a história de uma ovelha que se afastava do seu pastor, perdendo, assim, a inocência e a esperança. Numa conversa entre os dois, o bom pastor chama a ovelha perdida de volta para casa e eles retornam para o coração do Pai.

Apresentação artística
Apresentação artística

Logo após o esquete, o seminarista da Comunidade de Vida, Franco Michel, deu continuação ao tema principal do evento, que fala sobre a misericórdia de Deus. Retomando do que foi abordado na manhã de ontem, ele recordou que depois da descoberta de que somos pecadores, nos é proporcionada grande alegria pelo recebimento da misericórdia que é um dom de Deus.

A pregação usou como base a parábola do Filho Pródigo para exemplificar a paciência de Deus, que assim como o pai da passagem do evangelho, perdoa, acolhe e espera seu filho. Cada homem é livre e mesmo tendo tudo, às vezes, escolhe pedir a herança e ir embora. Segundo o pregador, o pecado sabe o que nos atrai e tenta nos desviar, usando de falsas alegrias e belezas. “Não existe lugar melhor do que a casa do Pai”, afirmou Franco ao falar do mistério da misericórdia de Deus que acolhe todo arrependimento do filho que retorna para casa.

No final, Franco ainda lembrou-se de Tomé, que incrédulo, não acreditou na ressurreição de Jesus. Na verdade de sua fraqueza, ele encontrou-se com Cristo, tocou seu lado aberto e no choque com a misericórdia de Jesus pôde afirmar: “Meu Senhor e meu Deus” (Jo 20, 28). Essa experiência de Tomé é o que queremos hoje no Renascer, terminou Franco. DSC_0489


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *