Mundo

Imigrantes pelo mundo

Dia do Imigrante é marcado por uma busca pela paz e por melhores condições de vida.

São as guerras, os conflitos sociais, a fome e a miséria alguns dos principais fatores que todos os dias levam milhares de pessoas a buscarem novos rumos. A deixarem seus países e se lançarem na aventura da imigração.

Muitas vezes entram em países estrangeiros onde não são bem recebidos e sofrem atentados, e, infelizmente, muitos morrem durante o processo. Sendo assim, uma luta travada pela sobrevivência.

O movimento de imigração acontece de forma expressiva em toda parte do mundo. Este processo é decorrente da grande desigualdade social em que vivemos e pelos conflitos e guerras intermináveis em tantas nações.

São diversas as histórias de imigrantes, pessoas vêm e vão o tempo todo. De norte a sul, de um país a outro e sem uma ordem exata, mas por motivos semelhantes: em busca da paz, por oportunidades, melhores condições de trabalho e moradia.

No Brasil, a imigração teve início a partir da abolição da escravidão, onde o país começou a ser visto como uma potência socioeconômica pelos países desenvolvidos e atrair estrangeiros para montar seus empreendimentos. Por isso há tanta diversidade étnica em nosso país. É comum em uma mesma família ter pessoas de estados ou países diferentes, a imigração faz parte da história da sociedade.

Em abril, foi sancionada no Brasil uma nova Lei de Migração que define os direitos e deveres dos imigrantes e que regula a entrada e permanência em nosso país, substituindo o Estatuto do Estrangeiro de 1980.

Com frequência, podemos acompanhar nos noticiários diferentes histórias de nações em guerras, por motivos territoriais, econômicos, intolerância religiosa e casos de famílias reduzidas à miséria em seus países, que por não terem perspectiva de vida se arriscam em busca de um futuro em terras desconhecidas.

Nesta data em que celebramos o Dia do Imigrante precisamos também refletir sobre o importante papel da igreja de ampará-los e não nos esquecermos, mesmo em meio a diferenças, de respeitar a diversidade. “Vocês têm um lugar especial no coração da Igreja e ajudaram a aumentar as dimensões desse coração para manifestar sua maternidade.” Disse o Papa Francisco em carta para a Jornada Mundial do Imigrante e do Refugiado em 2015.

Alice Morais


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *