Institucional

Jogadores manifestam solidariedade à Chapecoense

 

chape-texteira

Diversos clubes de futebol e jogadores se manifestaram hoje (29) em solidariedade à Chapecoense, após o acidente aéreo que deixou 76 mortos em viagem que levava o time catarinense para a disputa da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional, da Colômbia.

Dos times cariocas, Flamengo, Fluminense e Vasco, lamentaram o acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. Grêmio e Atlético Mineiro, que jogariam amanhã a partida adiada da final da Copa do Brasil, também manifestaram seu apoio ao clube catarinense.

Clubes internacionais

O clube inglês de futebol Manchester United divulgou em suas redes sociais  comunicado dizendo que “os pensamentos de todos do Manchester United estão com o time de futebol da Chapecoense e com todos aqueles que foram afetados pela tragédia na Colômbia. Força Chapecoense”. O clube da cidade de Manchester passou por situação semelhante em 6 de fevereiro de 1958, em acidente aéreo que matou oito atletas do clube inglês e outras 15 pessoas. A aeronave foi abatida por uma intensa tempestade de neve enquanto tentava decolar do aeroporto de Munique, na Alemanha.

O clube italiano de futebol Torino também declarou no  Twitter que seus integrantes estão “comovidos pela tragédia com a Chapecoense. É um destino que nos une intimamente. Força Chapecoense. Vocês têm amigos fraternais”. A equipe italiana de Turim foi abatida por um desastre semelhante em 4 de maio de 1949. O avião retornava de Portugal após partida contra o Benfica e sofreu um forte nevoeiro, chocando-se contra a Basílica de Superga, na Itália, matando todos os 42 tripulantes na mesma hora. Grande parte dos jogadores faziam parte da seleção italiana que viria a disputar a Copa do Mundo de 1950, no Brasil.

Jogadores

Jogadores de futebol também estão usando as redes sociais para registrar seu apoio. Um deles foi o argentino Lionel Messi, que definiu o acidente como “desolador”.

Fonte: EBC 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *