Shalom

Jovens em Missão completam 30 dias na cidade de Juazeiro/BA

Há exatos 30 dias, a Missão Shalom de Juazeiro/BA recebia os jovens Gabriela de Oliveira Costa e Pablo Henrique Queiroz Dantas, para nesse tempo servirem ao Senhor, na vinha preparada por Ele mesmo, que é a nossa cidade.

Em um bate papo, eles contaram um pouco para nós sobre suas vidas e o desejo de ofertar os dons onde o Senhor os enviar. Confere aí…

Comunicação: Nome e Idade? 

Pablo: Pablo Henrique Queiroz Dantas, 22 anos

C.: Cidade Natal?

Pablo: Patos, Paraíba

C.: Como foi sua experiência com Deus?

Pablo: Foi aos 17 anos no SVES promovido pelo carisma Shalom. Foi uma experiência de um olhar misericordioso de Cristo que não me julgava, mas sim só me amava, e ama!

C.:: Quando conheceu a comunidade?

Pablo: Desde de criança já conhecia a comunidade, alguns parentes já haviam participado de acampamentos, do encontro de carnaval Renascer, grupo de oração para crianças… enfim… Só que eu não me interessava por nada que era ligado à igreja! Só vim conhecer mesmo no Seminário de Vida no Espírito Santo no ano de 2013.

C.: Quando sentiu o desejo de missão e como foi?

Pablo: Senti no ano passado (2017), quando estava rezando para ver se era tempo de mandar carta para o postulantado e em um momento de oração, Deus me fez perceber que Ele queria mais de mim. Algo que não era o postulantado e também não era o grupo de oração ou mudar de ministério na obra. Foi então que veio a inspiração de pedir para ir como Jovem em Missão. A princípio eu achei uma loucura que nunca que a comunidade iria aceitar… Mas descobri que Deus não desperta desejos irrealizáveis e então partilhei com meu acompanhador vocacional e discernimos que era o tempo de mandar a carta.

C.: E quando recebeu a resposta, qual sentimento?

Pablo: Uma mistura de sentimentos… Mas gerava em mim uma paz tremenda! Porque quando estamos na vontade de Deus a paz reina em nosso coração!

C.: Conte algo da experiência vocacional e como está vivendo a Missão.

Pablo: A experiência vocacional é algo diário, porque você vai se identificando e percebe que Deus lhe chama a viver nesse carisma de paz que é a Comunidade Shalom. Estou vivendo um tempo de descoberta de quem realmente eu sou e o que Deus quer de mim.


Comunicação: Nome e Idade?

Gabriela: Gabriela de Oliveira Costa,19 anos

C.: Cidade Natal?

Gabriela: São Paulo, SP

C.: Como foi sua experiência com Deus?

Gabriela: Sempre fui da igreja, desde pequena então não me recordo muito bem quando foi a primeira experiência com Deus. Lembro do dia que me decidi por Deus, foi num domingo no grupo de jovens que eu frequentava, em 2014. A pregação me tocou de uma forma que logo, na pregação tive uma experiência muito forte com Deus, com a Cruz e tive desejo de me ofertar ainda mais

C.:: Quando conheceu a comunidade?

Gabriela: A primeira vez que ouvi o nome Shalom e conheci foi pelo musical Em Busca de um Lugar em 2010. Em 2015, por um convite de uns amigos pra ir à missa que foi quando vi algo diferente em tudo e cada detalhe, que despertou uma curiosidade em mim, acabei ficando para um dos grupos de oração do domingo e eis-me aqui até hoje (risos)

C.: Quando sentiu o desejo de missão e como foi?

Gabriela: Sempre soube que minha vida seria uma vida diferente, de alguma forma eu sentia. Logo que cheguei no Shalom, conheci o carisma e comecei a entender o que é ir em missão tive esse desejo de ir.. sabia que algum dia eu iria, e olha eu aqui. (risos)

C.: E quando recebeu a resposta, qual sentimento?

Gabriela: Quando eu soube que já tinham a resposta a primeira coisa que disse foi “Aleluia!” Esperei muito pela resposta, quando soube para onde iria foi um misto de sentimentos, tive medo, fiquei feliz, fiquei ansiosa, comecei a pensar em tudo o que eu iria deixar, tudo o que eu ia ganhar.. enfim, no fim, sabia que era vontade de Deus e que seria feliz assim.

C.: Conte algo da experiência vocacional e como está vivendo a Missão.

Gabriela: Esse é meu 3° ano vocacional, logo no meu primeiro ano senti que era Shalom, mas sempre temos um medo de dar o passo, aquele que nos faz mandar a carta. Precisava de algo que me impulsionasse, foi quando Deus começou a despertar no meu coração o desejo de ir como jovem em missão. Esse tempo de missão está sendo um tempo muito bom, de amadurecimento humano e espiritual, Bebendo direto da fonte! Um divisor de águas… Deus supera sempre as nossas expectativas…


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *