Shalom

Jovens, Shalom, Maria e gratuidade têm tudo a ver

Natividade de Nossa Senhora, jovens, Shalom e gratuidade. Quatro elementos que a Providência Divina quis juntar e fazer os participantes do Fórum Shalom 2018 aprofundarem na manhã deste terceiro dia.

comshalom

Maria

Com o tema “Shalom e a primazia dos jovens”, Padre João Wilkes, consagrado na Comunidade de Vida Shalom e coordenador do Setor Juventude do Pontifício Dicastério para leigos, família e vida em Roma, abordou a relação de Nossa Senhora com o tema central do Fórum, “De graça recebeste, de graça dai”.  

Hoje, 8 de setembro, a Igreja comemora a Natividade de Maria. Padre João ao recordar esse fato afirma que o maior dom que Maria acolheu em sua vida foi Jesus, e também foi este Dom que ela deu à humanidade gratuitamente. “Por isso, esse é o maior dom que nós também podemos dar para alguém. O maior presente que podemos dar é o dom de si mesmo”.

A graça e a paz recebidas por Maria a inquietaram tanto que logo a fizeram sair de si mesma para comunicá-la e dar de graça. E isso, faz lembrar do ser Shalom.

Shalom

Shalom foi a primeira palavra que Jesus disse aos seus discípulos ao aparecer para eles ressuscitado. O texto narrado pelo evangelista João, capítulo 20, 19ss, é o fundamento do Carisma Shalom. Através dele, Padre João afirma que Deus “não nos deixa em paz”. E após comunicar o Shalom aos discípulos, ele logo os envia.

“No evangelho Jesus está sempre pedindo para os discípulos passarem de um lado para o outro. Margem pra outra margem, de cidade em cidade. Nunca deixava eles se instalarem, sempre um povo em movimento. A oferta agradável a Deus é a oferta de um povo em movimento. De um povo em caminho”, afirmou o sacerdote.

Assim como Maria, ser Shalom é ser um povo fora de si, que acolhe o dom da paz para comunicar.

Jovens

É por essa inquietação, saída de si que Padre João afirma que não é de se estranhar que o Carisma Shalom tenha nascido no meio dos jovens. “A Juventude é um tempo de passagem da infância para a vida adulta.  É próprio da juventude a vida ser uma possibilidade aberta. É um tempo de questionamentos, dúvidas e decisões fundamentais. Por isso, há uma predisposição em acolher o dom da paz. O jovem é mais predisposto ao movimento, ao risco, flexível, aberto”, explica.

Ao recordar história de alguns jovens que passaram um tempo em sua casa em Roma, e a grande inquietação e disposição da juventude, o sacerdote afirma com graça e entusiasmo. “Os jovens nunca nos deixam em paz”.

Lembrou também o quanto a Igreja tem voltado o olhar para os jovens. Com o Sínodo dos Bispos, que tem por tema “Jovens, a fé e o discernimento vocacional”. A Jornada Mundial da Juventude 2019, no Panamá, com um tema Mariano.  Por isso que jovens, Shalom, Maria e gratuidade tem tudo a ver.

Lydiana Rossetti


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *