Institucional

Jubileu do amor: 300 anos da Padroeira do Brasil

A igreja celebra o encontro da imagem de Nossa Senhora da Conceição Aparecida nas margens do Rio Paraíba.

Em sua majestade e infinita ternura quis se dar a nós à mãe de Jesus. São 300 anos de história, que hoje, celebramos com alegria e gratidão.

Mesmo sendo a mãe de Deus, se manifestou para nós de forma tão pequena e humilde, assim como ela nos ensina a ser. Também quis se igualar ao seu povo escolhido, se adaptando em características físicas, numa época onde a escravidão era explorada no país, Nossa Senhora vem como uma escrava, a mãe negra do Brasil.

Neste ano Mariano, dedicado inteiramente à ela, e, em meio as dificuldades do nosso país, o Papa Francisco nos lembra “a Virgem Maria é um sinal que impulsiona para a unidade construída na solidariedade e na justiça”.

É preciso nos unirmos em oração pela situação econômica, social e política do Brasil. Nossa Senhora Aparecida é a nossa fiel intercessora e não nos abandona, temos a quem recorrer em nossas aflições!

 

Um pouco de história

Foi em meados de 1717, quando o povoado de Vila de Guaratinguetá organizou uma recepção para Dom Pedro de Almeida, governante da província de São Paulo e Minas Gerais, que passaria por lá a caminho de Vila Rica. Mesmo fora de época propícia, os pescadores, Domingos Garcia, Filipe Pedroso e João Alves, foram convocados a saírem à procura de peixes no Rio Paraíba.

Sabendo da responsabilidade, os pescadores rezaram pedindo o auxílio à Mãe de Deus. Assim feito, não obtiveram sucesso na pesca, e já desanimados, lançaram as redes próximo ao Porto Itaguaçu, e apanharam o corpo da imagem e em seguida a cabeça. Ao lançar as redes novamente, foram surpreendidos com a quantidade de peixes que pescaram.

Ao voltarem para o vilarejo, emocionados com o acontecimento, a população compreendeu o fato como uma intervenção divina, atribuindo o milagre a Nossa Senhora da Conceição. Que em 1930 foi intitulada Padroeira do Brasil pelo Papa Pio XI.

 

Alice Morais

Vocacionada da Missão Santo Amaro


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *