Mundo

Liberdade religiosa para as Little Sisters of the Poor

comshalom

O atual Presidente dos Estados Unidos, saudou recentemente de modo muito especial as freiras da Congregação Little Sisters of the Poor. Vítimas de perseguição do governo anterior, quando na época, a lei de saúde pública do país, obrigou todas as instituições de saúde e hospitais a fornecerem contraceptivos, inclusive esterilização e pílulas abortivas, as religiosas resistiram a opressão do governo, pois tais condutas ofendiam a religião católica e violavam sua consciência.

As Little Sisters of the Poor, travaram então, uma grande batalha judicial, que foi parar na Suprema Corte, pois segundo o atual governo, até mesmo a Receita Federal americana foi acionada para perseguir a Congregação religiosa.

Foi então, assinada pelo atual presidente, uma Executive Order que garante a liberdade religiosa das Little Sisters of the Poor e outras entidades, libertando-as da obrigação de fornecer contraceptivos e abortivos, como eram induzidas. Ficou também determinado que o governo federal desista de todas as batalhas judiciais contra as freiras.

A presença das Little Sister of the Poor no palco principal é um ato de justiça do Presidente , que pessoalmente comunicou sua decisão.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *