Formação

Líderes ungidos para espalhar no mundo o odor de Cristo

comshalom

Há umanecessidade que todo o povo de Deus seja ungido pelo Espírito, pois a unção nãose limita a algumas categorias de pessoas na Igreja. O unguento espalha perfumesempre, com sua simples existência. E a unção foi conferida a cada cristão,justamente para que se torne o bom odor, de Cristo (cf. 2 Cor 2,15). Porém, paraa liderança essa necessidade da unção é vital, entendida no seu duplo aspectode doçura e força. O líder pode ter recebido a autorização para fazer ou tomardeterminadas decisões, mas ele precisa de autoridade no fazê-las, essaautoridade é a unção espiritual. Porque nada fazemos em nosso nome.


O Espirito Santo, é aquele óleo precioso derramado sobre a cabeça do novo SumoSacerdote, que é Cristo Jesus. Da cabeça ele se espalha "como uma manchade azeite" escorrendo pelo Corpo da Igreja até a orla da sua veste, atéonde a Igreja toca o mundo. A liturgia se apropria desta imagem quando, naMissa do Crisma, a quinta-feira Santa, formula esta oração que tambémrecitamos, encerrando esta meditação: Ó Deus, que ungistes o vosso Filho únicocom o Espírito Santo, e o fizestes Cristo e Senhor, concedei que, participandoda sua consagração, sejamos testemunhas da redenção que Ele nos trouxe. (MissalRomano- oração da Missa do Crisma, quinta-feira Santa).

Assim, todas as nossas ações devem estar impregnadas da presença do EspíritoSanto, porque nossas ações acontecem em vista deste desígnio de Deus, decumprir este desígnio de Deus. Assim tudo devemos fazer para preservá-la agraça da unção espiritual.. Devemos ter um zelo especial por ela, procurarvivê-la da melhor forma para poder comunicá-la de forma fiel, sem deformá-la,sem abafá-la, sem minimizá-la. "Nós existimos como Shalom para levar estagraça para a Igreja e toda humanidade. Precisamos mais e mais. Ser fiel a ela éser fiel ao nosso chamado. A dimensão carismática é parte essencial da nossavocação e faz parte da nossa missão. Se colocarmos isto de lado, nós estaremossendo inúteis para a Igreja… Na hora que isto não for importante para nósestamos preparados para morrer porque seremos inúteis para a Igreja. Somoszeladores e comunicadores desta graça… Acolher, animar e comunicar esta graçadeve ser a nossa atitude. E nossa responsabilidade acolher e viver segundo aunção do Espírito. Precisamos de zelo especial para vivermos a graça do batismono Espírito Santo, o exercício dos carismas do Espírito Santo.

Toda a nossa evangelização deve ser também recheado dos dons carismáticos. Nãopodemos ter medo de exercitá-los, pelo contrário, esses dons devem fluir livree eficazmente para que este anúncio seja cheio da ação e do poder do EspíritoSanto.

O Espírito Santo é a alma de todo anúncio e de toda evangelização. Omitir, deixarde ensinar, não incentivar a ação carismática do Espírito é deixar o anúncioincompleto, é ferir a vontade de Deus, é diminuir os canais da ação de Deus nomeio do seu povo: Ide por todo o mundo e pregai o Evangelho a toda criatura.Quem crer e for batizado será salvo, mas quem não crer será condenado. Estesmilagres acompanharão os que crerem… (Mc 16,15-18). Os homens não queremapenas ouvir vozes que falem de Deus, mas ouvir a voz de Deus através de nossaspalavras. O Espírito Santo deve passar sem obstáculo por meio de nossaspalavras.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *