Institucional

“A maternidade me levou a acreditar no impossível, a acreditar na providência”

comshalom

Há  2 anos e 10 meses nascia a Helena. Nunca imaginei que uma criança fosse capaz de mudar a minha vida. Helena veio para me transformar em uma pessoa melhor, capaz de entender e viver a vontade de Deus.

Morávamos em Santo Antônio de Pádua, no interior do estado do Rio de Janeiro, e após 13 dias de vida,  Helena foi encaminhada para a UTI Neonatal em Campos dos Goytacazes, onde permaneceu por 178 dias e com isso, tivemos que nos mudar para ficar mais próximo dela.

Foram dias de luta, muita luta. Helena vivia altos e baixos. Ela tem a Síndrome de Goldenhar, e por conta desta, possui algumas necessidades especiais.  Mas eu nunca desisti. Durante o período de internação, Helena não interagia nada, mas eu sempre brincava com alguns brinquedinhos que ficava na encubadora, cantava para ela. Hoje Helena supera todas as expectativas. Está engatinhando, ficando em pé com apoio, faz bagunça como muitas outras crianças.Através dela eu pude contemplar a graça de ser mãe, e mãe de uma criança especial. Uma oportunidade de vivenciar a maternidade de forma diferente, onde as pequenas coisas fazem a diferença.

Após 2 anos e 8 meses, nasceu o Francisco. No começo veio aquele medo. Como cuidar de 2 crianças? Como levar a Helena na fisioterapia, fonoaudiologia, nos médicos? Moramos longe da família, minha mãe se encontra junto de Deus há 1 ano, ou seja, me sentia sozinha para dar conta de tudo.

Mas aí vem a graça de Deus. Uma graça que me faz superar todos os meus limites. Pude entender que o Francisco foi um grande presente que Deus me enviou. E com os irmãos da Missão do Shalom em Campos (RJ), pude entender esta graça. O Senhor me  fez entender que o Francisco era fruto do Carisma Shalom e isso muito acalmou o meu coração.

É fácil? Não! Mas com Deus eu estou conseguindo. Quando começam a chorar juntos eu falo: “Nossa Senhora, eu não consigo segurar os dois, então a Senhora me ajuda. Eu pego um e a Senhora outro”! E as coisas vão se acalmando.

Sou muito feliz em ser mãe, cuidar dos meus filhos, poder acordar na madrugada para amamentar o Francisco. Ver o desenvolvimento da Helena. A maternidade me levou a acreditar no impossível, a acreditar na providência, a viver a vontade de Deus. A maternidade mudou a minha vida! A maternidade me ajuda a descobrir a minha vocação.

Neste mês de maio, em que dedicamos um dia especial para as mães, gostaria que através deste pequeno testemunho, possamos acreditar que os filhos são bênçãos de Deus. Não importa as necessidades que eles possuem.

Louvado seja Deus pelo dom da maternidade! E que venham os outros filhos!!

Shalom!

Talita, vocacionada da Comunidade de Aliança Shalom da Missão de Campos dos Goytacazes (RJ). Casada com Higor. Mãe da Helena e do Francisco.

Talita


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *