Institucional

Missa no Renascer: encontrar Jesus que está sempre à nossa disposição

DSC_5621Cerca de 10 mil pessoas participaram da Missa de encerramento do primeiro dia de Renascer em Fortaleza, neste domingo (15). A homilia foi feita por padre Antonio Furtado, membro da Comunidade de Vida Shalom e um dos pregadores do evento. Ao propor reflexão sobre o Evangelho do dia, que narra a cura de um leproso por Jesus, o sacerdote afirmou que Cristo deseja curar ainda nos dias de hoje e que está sempre à disposição de quem o procura.

Padre Antonio deu três dicas de como se aproximar de Jesus, como o fez o leproso: pela oração, pela escuta da Palavra e pelos Sacramentos, como uma boa confissão. Dessa forma, é possível agir como o leproso: prostrar-se diante de Jesus e reconhecer o Seu senhorio. “Jesus ouve sempre a nossa oração. Talvez aquele leproso queria contar a história dele. Às vezes, a gente quer contar o problema. Às vezes, a gente gosta de ficar contando, e dizendo e recontando o nosso problema e supervalorizá-lo. E não precisamos nos comportar assim. Vai à capela, conversa com Jesus. Ele nos ouve”, afirmou.

“Meus irmãos, muitas vezes, nós vivemos uma espiritualidade de encontro em encontro, e não nos decidimos a nos relacionar verdadeiramente com Jesus, a viver a intimidade com Ele. Procuramos o Senhor quando um familiar está doente, e nos esquecemos de que precisamos estar sempre diante Dele, porque Ele deseja sempre nos curar, todo dia. No sacrário ele está sempre a nossa disposição”, continuou.

O tema “A Felicidade está aqui” vincula-se à passagem bíblica do livro de Jeremias: “Consolai o meu povo, diz o vosso Deus” (Is 40,1). Segundo o sacerdote, Deus é quem pode verdadeiramente consolar o homem, saciá-lo e torná-lo feliz. Nós já conhecemos Jesus Cristo, e se já O conhecemos, somos chamados a amá-lo e se já O amamos, somos chamados a nos apaixonar por Ele, porque a felicidade é Jesus Cristo”. Para ele, a fidelidade de Deus se manifestou na liturgia da Palavra, quando os fieis cantaram, no Salmo 31: “Sois Senhor, para mim, alegria e refúgio”, ou seja, Deus é a felicidade e o refúgio. E no Evangelho, um homem profundamente infeliz, o leproso, foi curado.

“A Palavra de Deus diz: se o homem é leproso, ele está impuro. E uma das tarefas mais difíceis para o sacerdote era dizer, para um membro da comunidade, que ele estava impuro. Este homem do Evangelho era profundamente infeliz, porque tinha perdido seu relacionamento com seus familiares, com seus amigos e até com Deus, porque ele não podia mais cultuar a Deus com o restante da comunidade. Este homem, no entanto, teve o encontro com Jesus, como cada um de nós estamos tendo neste Renascer. Todos nós precisamos encontrar a felicidade neste Renascer, eu que sou padre, que sou consagrado, você leigo, família, este é um fim de semana que é uma oportunidade para nos encontrarmos com Jesus”, destacou.

Segundo padre Antonio, o milagre deve ter tocado muito a Igreja primitiva, porque os três Evangelhos sinóticos (Mateus, Marcos e Lucas) narram o mesmo episódio. Marcos diz com detalhes: “ele aproximou-se de Jesus, suplicando: ‘Se queres, tu podes curar-me’.

“E Jesus se compadeceu do leproso. O leproso aproximou-se e prostrou-se diante dele e disse (aqui, acrescenta Mateus uma palavrinha): ‘Senhor, se queres, podes curar-me’.”, afirmou.

O evangelista Lucas, como de costume, informa mais detalhes. “Ele mostra os lugares”, destacou o padre. “Diz que não foi em uma gruta, ou em um lugar ermo, mas foi na cidade. Ele quer aqui dizer: ‘Essa lepra está aqui também em vocês, essa lepra está nas cidades’. Com muita tristeza, eu vi que em Salvador, inovaram o carnaval, colocando uma cápsula, elevada a 15m de altura, para homens e mulheres entrarem lá dentro e fazerem o que bem quiserem. Essa é uma das lepras do mundo de hoje. O pecado é a lepra do mundo de hoje”, disse.

Ao final, o sacerdote destacou a necessidade de transbordar a graça divina recebida. “Quem encontra Jesus, encontra a felicidade. E uma pessoa feliz, é notada, faz a voz ressoar. A alegria, quanto mais se dá, mais se tem”, concluiu.

 Emanuele Sales

Confira a galeria de imagens [Aqui]


Comentários

[fbcomments]

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *