Shalom

Missionários de Varsóvia e Cracóvia falam sobre a evangelização da Polônia em Quarentena

No país mais católico da Europa, missionários falam da importância de cultivar laços em meio à Quarentena e enchem o mundo de esperança por meio da intercessão marcada pela devoção à Divina Misericórdia.

comshalom

Nesta Série Especial do comshalom.org, você vai acompanhar como os missionários em todo o mundo têm vivido a virtude da esperança, própria dos cristãos em todos os momentos da vida.

Guilherme Souza é missionário na Capital da Polônia, Varsóvia. Ele conta que os missionários têm vivido, neste tempo, uma rotina diferente na missão.

Varsóvia: Uma fundação com jovens apaixonados

Por ser uma fundação, a  evangelização na missão de Varsóvia acontece muito no contato pessoal, com algumas ações semanais de evangelização, quando os missionários vão ao encontro das pessoas. Agora, por estarem mais em casa, eles passam a contar mais com o auxílio da tecnologia e das redes sociais.

“Uma mensagem ou uma ligação são simples ações de evangelização que mantém o contato com o povo. Também o grupo de oração, a adoração e o terço Online são ações que estamos desenvolvendo e ainda crescendo. O importante nesse tempo é ser sinal de paz e esperança para o nosso povo polonês”, afirma Guilherme.

Ele ressalta que paz, esperança e alegria são remédios contra o possível desespero que esse tempo tem provocado no coração das pessoas que estão em casa.

Por esse motivo, através de cada ação, seja a oração Online, seja a ligação telefônica, os missionários tem buscado estar  próximos dos poloneses, mostrando que eles não estão sozinhos, mas que Deus age também neste tempo em que eles também precisam ser sinal de paz e esperança para com  os que sofrem.

Guilherme conta que os jovens poloneses estão sofrendo com a incapacidade de ir à Igreja e de ter Sacramentos, mas que estão experimentando o Amor de Deus de forma surpreendentemente neste momento e testemunham isso.

Um dos jovens que frequenta a missão de Varsóvia, contou ao missionário que estes dias de quarentena já o estão aproximando da família através de jogos de tabuleiro, filmes, de ajuda na casa através da limpeza e da culinária. Segundo a partilha do jovem, este tem sido também um momento frutuoso de oração, já que sem a correria de ir para a Universidade ele está encontrando o próprio Jesus nas Sagradas Escrituras, principalmente pela manhã.

“Estar como os irmãos, com o nosso povo, com os nossos jovens, com aqueles que Deus nos confia aqui na Polônia, mesmo estando longe fisicamente de alguns, tem sido um tempo propício para fortificar a unidade na Comunidade e na Igreja. De todos os males Deus sempre tira bens maiores”, conclui Guilherme.

Cracóvia: Uma Igreja em saída

Michele Magalhães é Responsável Local na missão polonesa de Cracóvia. Ela conta que mesmo com as fronteiras do país fechadas, a evangelização tem chegado longe.

“Toda a pastoral juvenil da cidade de Cracóvia começou a desenvolver ações com a temática: Apesar de as portas estarem fechadas (em alusão à João: 20), seguimos anunciando”, comentou.

A missionária afirmou que os missionários também iniciaram o processo de manter a evangelização Online com as pessoas da seguinte forma: 1. Louvor às terças-feiras; 2. Adoração às quintas; 3. Terço da misericórdia Online com toda a Obra de Cracóvia aos sábados.

Ela ressalta que as graças de aproximação com o povo polonês já são concretas. “Pessoas que nunca vieram ao grupo de oração ou a uma evangelização passaram a ser atraídas Online, através do Skype. Tem sido um tempo concreto, fecundo e de grandes graças, com grande criatividade evangelizadora mesmo com os poucos recursos que temos”, conclui.

Os missionários da Comunidade Católica Shalom que estão na Polônia vivem um momento de intercessão profunda e cheia de compaixão, características marcantes de Santa Faustina Kowalska, Apóstola da Divina Misericórdia que nasceu e tornou-se santa neste país. A devoção ao Terço da Misericórdia tem sido propagada através das plataformas digitais, o que representa um novo tempo de anúncio explícito de Cristo Ressuscitado.

A oração constante, atrelada à vivência da unidade que é própria do Carisma Shalom, fazem com que todos aqueles que estão em casa levem a esperança à um povo majoritariamente católico, que neste tempo sofre com a reclusão e com a impossibilidade de frequentar fisicamente uma Igreja, como de costume.

Especial Missões Internacionais em Quarentena

#Capítulo 1 | Míssionários na Itália e na França contam como manter a esperança em tempos de Covid-19


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *