Institucional

Missionário Shalom participa de Conferência Fanuel em Belo Horizonte

14370368_1083681831709593_6674572576257782639_nNo ultimo dia 23 de setembro, depois de 11 anos, a Banda Missionário Shalom, volta a capital mineira com um show eletrizante, agitando o público  que participavam da III Conferência Fanuel, na paróquia nossa Senhora Rainha, no Belvedere.

Em algumas passagens Bíblicas Deus nos convida a cantar ao Senhor um cântico novo, como esta escrito no Salmos 96,1. Em Efésios 5, 19 a palavra de Deus diz: “…entoai juntos salmos, hinos e cânticos espirituais, cantais e salmodiai ao Senhor, de todo coração”. A música Católica é muito mais que entretenimento, sabendo que “o cantar ao Senhor” é a porta de entrada para ação do Espirito Santo, o MSH trouxe para o público belorizontino não só a música dançante e as coreografias animadas que já são marcas registradas banda, mas uma oportunidade para as pessoas presentes pudessem ter um grande momento de oração.

A vinda do MSH em Minas foi um grande presente para a missão Shalom de Belo Horizonte, que esta completando este ano 15 anos de missão. E como não poderia ser diferente, a Comunidade estava lá marcando presença.

Em entrevista a equipe de comunicação BH, os vocalistas deixaram uma mensagem, convocando os jovens a não desistir de seguir o chamado ao qual Deus os criou.

Gustavo Osterno diz aos jovens “Não desista de caminhar e perseverar naquilo que Deus te chama a viver. Por que a graça de Deus é o que nos sustenta e o chamado que Deus nos faz é o sinal da nossa felicidade, então não desista. Insista. Se segure nos irmãos. Se segure em Nossa Senhora, nos Santos, mas não desista de seguir a Deus.”

Rafael Morel de forma descontraída lembra aos jovens mineiros que Jesus é “bom demais sô.” Completando que: “Com certeza, quando nós depositamos a nossa confiança, e toda a nossa vida em Cristo, passamos sim por vários desafios, mas encontramos em cada um deles o Sentido.”

Déborah Pires pede aos jovens que não percam a esperança na misericórdia de Deus, independente da sua situação.

Como diz a música: Sou estrangeiro aqui, O céu é o meu lugar, É de onde vim, é pra onde vou, É lá onde eu vou morar.não percamos tempo. De diversas vertentes, agora é a hora de levar ao mundo o amor misericordioso do Pai. Rumo à santidade, que é Cristo, sabendo que a nossa meta é todos juntos no Céu.

Luiza  Ambrosina  de Souza


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *