Shalom

Moysés Azevedo comenta coleta em vista da Igreja do Ressuscitado

“A igreja não será construída com um grande doação, ela vai ser construída na medida em que eu e você nos despojarmos. Deus deseja ver o nosso suor, Deus deseja ver a nossa partilha”, Moysés.

Nesta terça-feira, 9 de julho, a Comunidade Católica Shalom celebra 37 anos. Para comemorar a data, em todas as missões da Comunidade, será realizada uma Santa Missa em ação de graças. No ofertório da celebração, a assembleia colocará diante de Deus a oferta material em vista da construção da Igreja do Ressuscitado que passou pela Cruz, monumento que expressará para o mundo inteiro a Vocação Shalom.

Moysés Azevedo, fundador da Comunidade, explica que, desde o início da Vocação, Deus falava que iria construir um monumento para a sua glória. O missionário comenta que esse monumento não era algo simplesmente físico, mas uma obra nova, um povo novo. Contudo, neste tempo, Deus tem conduzido a Comunidade em movimento de partilha, de doação, para erguer a primeira Igreja da Vocação.

“A igreja não será construída com um grande doação, ela vai ser construída na medida em que eu e você nos despojarmos. Deus deseja ver o nosso suor, Deus deseja ver a nossa partilha. Por isso, seja generoso, quanto mais generoso você é mais a glória de Deus resplandecerá em você na Igreja”, afirma o consagrado.

Faça aqui sua doação


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *