Shalom

Moysés Azevedo fala da expectativa pelo encontro da Comunidade Shalom com o Papa Francisco

comshalom

 

Logo após a missa de abertura da Convenção Shalom 35 Anos, o comshalom falou com o fundador da Comunidade, Moysés Azevedo. O fundador fala da alegria sentida no primeiro dia da Convenção e da expectativa pelo encontro com o Santo Padre. Confira:

O que você está esperando para amanhã?

Depois desse dia de abertura, em que nós tivemos tudo tão belo, e a beleza é uma das expressões mais fortes de nós conhecermos o Belo, que é Deus, e que o nosso coração vai como que se abrindo, se dilatando cada vez mais para a experiência que Deus tem preparado para nós, e amanhã será um grande dia. Um grande dia em que a Comunidade se reunirá em torno do Papa e poderá viver a sua experiência de origem, porque a nossa experiência de origem foi renovar a oferta da nossa vida aos pés do sucessor de Pedro, na época, São João Paulo II, hoje, o nosso querido Papa Francisco. Eu acredito que esse momento será marcante, marcante na nossa história, na história da Comunidade e na história de cada pessoa que estará aqui, porque com certeza Deus tem graças especiais reservadas para nós. E as palavras que o Papa nos disser, a direção que ele nos dará, será determinante para o presente e para o futuro da Comunidade. Mas, sobretudo, terá no momento que nós viveremos uma benção do Santo Padre, um novo envio missionário, porque esse é também um dos motivos fundamentais para o qual nós estamos aqui, porque a nossa Comunidade nasceu para evangelizar, para testemunhar a força de Jesus, o Ressuscitado que passou pela Cruz, que está Vivo, que pode transformar a vida do homem de hoje, pode ir ao encontro das necessidades mais profundas do homem de hoje. E amanhã, com certeza, depois de ofertarmos a nossa vida, a nossa pobreza, a nossa pequenez, com certeza através da bênção do Santo Padre nós seremos revisitados pelo Espírito Santo. Revisitados pelo Espírito Santo nós poderemos partir em missão com mais força, com mais ânimo, com mais alegria e com mais ardor, para testemunharmos que só Jesus Cristo é a verdadeira paz.

Moysés, hoje percebemos a força que têm milhares de pessoas unidas num sentimento só. Conta um pouco como foi, o que você estava sentindo?

Para dizer a verdade, foi um momento para além das expectativas, porque é o primeiro dia, e se no primeiro dia Nosso Senhor fez tanta coisa, era tão bonito ver o rosto do nosso povo! O rosto do nosso povo em oração! O rosto do nosso povo em ação de graças! A alegria dos corações! Ao mesmo tempo a beleza das músicas que nos convidavam à oração, e ao mesmo tempo o mistério da graça de Deus, e a graça de Deus é um mistério. E parece que no dia de hoje, naquela Basílica, nós éramos um só coração, um só coração no coração de Cristo, e repousava sobre nós o mistério do amor de Deus. Então se hoje já é assim, nós ficamos impressionados e certos de que Deus sempre tem o poder de nos surpreender! Hoje eu fui surpreendido pela graça de Deus, e acredito que serei ainda muito mais, porque Deus não se deixa vencer em generosidade!

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *