Mundo

Mundo tem o dever de lembrar do Holocausto, diz secretário-geral da ONU

comshalom

O secretário-geral da ONU afirmou que seria um erro perigoso pensar no Holocausto como simples resultado da loucura de um grupo de criminosos nazistas

O secretário-geral da ONU, António Guterres, afirmou que “o Holocausto foi uma tragédia incomparável na história humana”.

Em mensagem de vídeo para marcar o Dia Internacional em Memória das Vítimas do Holocausto, neste 27 de janeiro, ele disse que “o mundo tem o dever de lembrar que o Holocausto foi uma tentativa sistemática de eliminar o povo judeu e tantos outros”.

Guterres deixou claro que “seria um erro perigoso pensar no Holocausto como simplesmente o resultado da loucura de um grupo de criminosos nazistas”.

O chefe da ONU afirmou que “o Holocausto foi a culminação de milênios de ódio, de discriminação aos judeus, de usá-los como bodes-expiatórios”, o que é chamado agora de antissemitismo.

Segundo ele, o antissemitismo continua crescendo, assim como o extremismo, a xenofobia, o racismo e o ódio anti-islâmico.

Guterres declarou que a irracionalidade e a intolerância estão de volta e isso vai contra os valores universais consagrados na Carta das Nações Unidas e na Declaração Universal dos Direitos Humanos.

O secretário-geral afirmou que ninguém pode ficar em silêncio ou indiferente quando seres humanos estão sofrendo. Segundo ele, “é necessário defender sempre as pessoas vulneráveis e levar os responsáveis à justiça”.

O tema para marcar a data este ano é “um futuro melhor depende da educação”.

Para o chefe da ONU, depois dos horrores do Século 20, não pode haver nenhum espaço para intolerância no Século 21. Ele prometeu, como secretário-geral, liderar a batalha contra o antissemitismo e todas as formas de ódio.

Guterres pediu a ajuda da comunidade internacional para construir um futuro de dignidade e igualdade para todos. Dessa forma, segundo ele, será possível honrar as vítimas do Holocausto que não podem jamais serem esquecidas.

Fonte: Canção Nova


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *