Sem Categoria

Nas águas do surfe há um encontro Divino

comshalom

Em um documentário sobre surfe foi dita uma frase que até hoje ecoa em meus ouvidos: “A gente nunca vai envelhecer. Isso aqui é a terra do nunca. O surf é a terra do nunca. Onde você pode ter 70 anos que você vai ter 10. Quando você está em um lugar como esse aqui você tem 5!!! Então você nunca vai crescer, a gente nunca vai crescer… O surf é a terra do nunca!!!”, disse Danylo Grillo, surfista profissional.

Se Jesus disse: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino dos céus pertence aos que são semelhantes a elas”. Então, encontrei o meu elevador que me levará subir até o céu (brincadeira). O esporte é algo necessário na vida do cristão, precisamos estar com nosso corpo firme e saudável para abraçarmos as necessidades da nossa oferta. Tolo é aquele que acha que não é essencial estarmos com nosso corpo e mente sã para vivermos o nosso chamado.

Dentro desse tema teria espaço para bastante prosa, mas irei ater-me ao meu esporte favorito. O surfe se tornou muito mais que um simples exercício, pois tive a certeza de que nele existe algo mais profundo que: um simples ”andar sobre as águas”. Surfar custa um pouco, ele tem um ritual de auto conhecimento e respeito ao divino que é muito singular.

É difícil ou quase impossível encontrar um surfista que não acredita em um ser divino, devido ao contato direto e orquestral do belo da natureza e como ela se encaixa. Fica até mais fácil falar de Deus para um surfista, pois ele já sabe que existe um Deus, só não sabe que pode ser seu amigo íntimo. Muitas coisas que fui vivendo no aprendizado do surfe trouxe para minha vida espiritual e consagrada. Diferente dos games que descobrindo os padrões e técnicas do jogo você consegue zerá-lo.

Esse esporte tem muito mais a ver com humildade, espera, constância/determinação e leveza. Lembra alguma coisa? A mim lembra abaixar e inclinar para ver e respeitar a hora certa de entrar no mar,  adentrar na onda e muitas vezes deixar o seu amigo que pegou a onda primeiro seguir naquela que talvez fosse a sua melhor do dia.

Muito desse abaixar-se é necessário na nossa vida em comunidade e com nossos irmãos. Como também, para pegar uma onda perfeita é necessário constância e regularidade, o que correlaciono com os padres, os diretores espirituais e os acompanhadores dizendo: ”Sede vigilantes e constantes na vida de oração”.

 

Vinícius Fernandes,

Consagrado na Comunidade Católica Shalom.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado.