Formação

Nascidos aos Pés de João Paulo II

comshalom

Desde outubro de 2003 estou em Roma para dedicar-me aoacompanhamento das novas fundações da Comunidade fora do Brasil. Junto a esse trabalhopude também dedicar-me ao Curso de Especialização em Teologia na área deespiritualidade. 

Ao final do curso todos os estudantes precisam apresentaruma dissertarão sobre um tema específico. Incentivado pelo Pe. JesúsCastellano, um dos mais renomados especialistas em espiritualidade, decidiescrever minha “tese” sobre a espiritualidade da Comunidade Católica Shalom.Sendo a nossa uma Comunidade tão Jovem, pensava não dispor, ainda da necessária“distancia histórica” para estudar o Carisma da mesma. Por outro lado, nãotinha a segurança de poder ter sobre esta uma visão objetiva, já que dela façoparte há quinze anos. Padre Castellano, porém, me disse algo que me convenceu aaceitar o desafio: “Não é fácil avaliar o fenômemo – dos Movimentos e Novas Comunidades– (…) mas que já era tempo de algum membro da Comunidade apresentar umaprimeira tentativa de síntese acadêmica daqueles que são o Carisma, a históriae a estrutura da Comunidade Católica Shalom.

Para apresentar o Carisma da Comunidade procuramos, em umprimeiro momento, contar um pouco da suahistória. Para isso, era necessário contextualizar o nascimento dela. Fizemosisso dando uma olhada na realidade do Brasil no início dos anos 80, colhendo a“atmosfera” na qual emergiu o nosso Carisma. Para alcançar nosso objetivo “seguimos” João PauloII na sua história viagem ao Brasil em 1980. Escolhemos contemplar a realidadebrasileira a partir do olhar do Vigário de Cristo. Se considerarmos que nossofundador, Moysés Azevedo, diz ter a Comunidade nascido “aos pés de João PauloII e entrelaçar-se a história da mesmacom a do precedente Papa, acreditamos ter sido essa uma metodologia adequadacomo ponto de partida.

O Papa Wojtyla definiu a sua viagem naquela época como umaperegrinação à Fortaleza, onde se prepara o X Congresso Eucarístico Nacional.Cada cidade que visitou no Brasil em 80 foi para ele uma etapa rumo à metafinal: o solene ato de adoração ao Santíssimo Sacramento na capital do Ceará.Nesta cidade a “Igreja Pascal” celebraria a Santa Missa, festa do CordeiroImolado e Ressuscitado, presente em nosso meio, afirmava o Santo Padre.

Para conhecermos bem uma pessoa, normalmente, procuramosinformar-nos sobre a sua origem, sobre seus pais, sua família e o momentohistorio em que nasceu pelo menos. “Escavando” o terreno dos primórdios daComunidade Shalom podemos constatar que a semente daquilo que seria aespiritualidade do “Ressuscitado que passou pela Cruz” (cf. Jô 20,19ss) já seencontrava na expressão “Cordeiro imolado e ressuscitado presente em nossomeio”, utilizada por João Paulo II. Vemos também como encontramos em nossoCarisma essa dimensão fortemente pascal. A Igreja é uma comunidade pascal diziao Vigário de Cristo, e na homilia da missa inaugural do Congresso Eucarísticode Fortaleza – cujo tema era: “A Eucaristia é amor e caridade da qual nasça àpartilha fraterna” -, o Papa, disse que a partir daquele momento a capital doCeará tornava-se um cenáculo para o Brasil e para o mundo. Não foi no cenáculoque Jesus instituiu a Eucaristia? Não foi no cenáculo que o Ressuscitado quepassou pela Cruz disse “Shalom”? Não foi no cenáculo que foi derramado sobre aIgreja nascente o Espírito Santo em Pentecostes? Era necessário que também essenovo Carisma de Paz, profundamente carismático e eucarístico, nascesse em umnovo cenáculo. (…)

Falando dos motivos de sua viagem ao Brasil em 80, o Papadizia que nosso País, Nação com o maior número de católicos do mundo, eramotivo de alegria e de esperança para toda a Igreja Católica. A sua visitaqueria encorajar-nos a atuar a nossa missão no contexto da Igreja universal. Aquem Deus muito deu, muito pede (cf. Lc 12,48). Por isso, os filhos da “Terrade Santa Cruz” – e o nosso Carisma, fruto dessa terra -, trazem em si umavocação peculiar no mundo contemporâneo e no conjunto das nações, podendooferecer muito à comunidade internacional. “O vosso maravilhoso País, onde anatureza derramou imensas riquezas, é um País jovem, aberto ao futuro, deimpressionante pujança em todos os setores da vida humana. A vossa riquezamaior, porém, é o patrimônio religioso e moral da vossa tradição cristã. Este patrimônionão só merece ser conservado a todo custo, mas mais do que isto, deveinserir-se no movimento ascensional da Nação, deve ser a sua alma, a fim deque, como tem sido católico o substrato da vossa história ontem, assim, sejatambém cistamente vivo e operante o espírito de vossa sociedade de hoje”. (…)

A juventude do nosso tempo sente fortemente a atração pelasalturas, pelas coisas árduas, pelos grandes ideais. Se transmitirmos aos jovens“sem mitigações ou falsos pudores, os grandes valores do Evangelho”, estesestão prontos a responder (“…)” A maior riqueza deste país, imensamente rico,sois vós. O futuro real deste ‘país do futuro’, imensamente rico, sois vós. Ofuturo real deste ‘país do futuro’ esta contido no presente”.

No dia 09 de 1980 Moysés Azevedo Filho fez, durante a missade abertura do X Congresso Eucarístico Nacional, em Fortaleza, a oferta de todaa sua vida pela evangelização dos jovens mais distantes de Deus e da suaIgreja. Naquele momento, o Papa havia dito que oferecia os dons espirituais detodos aqueles que participaram do Congresso e de todos os que encontrou durantea sua peregrinação na Terra de Santa Cruz. Podemos dizer que a ComunidadeCatólica Shalom nasce como furto das ofertas destes dois corações: João PauloII e de Moysés Azevedo.

Disse nosso fundador em recente entrevista: “Quando olhamosà luz de Deus para nossa história, podemos ver Deus agindo, trabalhando e nosrevelando a sua vontade, manifestando o nosso Carisma, dando-nos conhecimentodo mesmo. Nosso Carisma nunca foi produto de reflexões intelectuais, mas foisendo vivido e nós o vamos compreendendo à medida que fazemos uma leituradaquilo que vivemos”.



Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *