Sem Categoria

No Acamp’s Recife Deus me disse que eu não estou só

comshalom

Meu nome é Davi Aleixo de Carvalho, tenho 16 anos e vim falar um pouco da minha experiência com Deus, no Acamp’s Recife 2017. 
A minha primeira experiência havia sido no EJCIC ( um tipo de EJC só que do meu colégio, um pouco diferenciado). Eu ainda não tinha decidido se ia seguir esse caminho ou não, pelo fato de ser alguém cético o suficiente pra duvidar de TUDO. 
Minhas amigas Rafaela Barbosa e Catarina Vasconcelos, insistiram para eu ir para o Acamp’s. No começo, eu não poderia ir por falta de dinheiro; mas, no último dia, minha mãe conseguiu os 160 reais e felizmente eu pude ir. Depois, eu não tinha como chegar ao Shalom e um vizinho meu se ofereceu pra me levar, faltando 30 minutos para saída do primeiro ônibus, e mais uma vez, tudo deu certo. 

Chegando no acampamento, tive uma sensação de abandono, pois não tinha ninguém com quem ficar e partilhar nada. Fiquei isolado, sem falar com ninguém, e na minha mente a única coisa que eu pensava era: “será que Deus queria realmente que eu estivesse aqui?”. Então, aconteceu o que me mudou para o resto da minha vida, na missa do segundo dia: Eu me questionei se estava realmente certo em estar lá e Deus me deu um sinal. Comecei a chorar e não sabia o porquê; não sabia o que fazer, só chorava. Então, um servo chegou a mim e perguntou se podia orar por mim e respondi que sim. Durante a oração, falou em meu ouvido: “Deus me disse que tu não estais sozinho, este teu sentimento cessará, pois Ele não te deixará sozinho, confia Nele”. Nesse momento, comecei a chorar mais ainda, agora tendo a certeza que eu estava no lugar certo.

No terceiro dia, também numa missa, aconteceu a mesma coisa. Só que, dessa vez, eu queria uma confirmação: “Deus, se é tu mesmo, me dá um sinal”, disse eu. Foi incrível o que senti! Senti uma mão me dando um pequeno empurrão, olhei pra trás e não tinha ninguém ali. Então entrei em prantos, não conseguia parar de chorar. Aquele momento me mudou, eu me transformei realmente em outra pessoa. Dali em diante, comecei a rezar todos os dias por paz, pois era algo que eu não tinha em minha casa. 

A partir daquele momento, eu me entreguei de corpo e alma. Mas, confesso que o mundo ainda se levanta contra mim, tenta me derrubar. Deus, porém, sempre me mantém de pé. Antes, eu não conseguia mais viver em paz na minha casa e ele me deu a paz; eu não conseguia encarar meus vícios de cara, mas ele me deu força; eu não conseguia me encontrar ou encontrar o meu caminho, mas ele foi meu guia. 
Deus fez de tudo para que eu abrisse um espaço para Ele e, foi quando eu abri, descobri a paz e a felicidade. Tudo que peço a Ele agora é que me ajude a combater meus vícios e minhas fraquezas, para que eu viva como um santo que ele escolheu! 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *