Formação

Nossa Senhora é Rainha sim! Pois é a mãe de Jesus, o Rei dos reis

Nossa Senhora Rainha é um dos títulos de Maria, mãe de Jesus segundo a Igreja Católica. Maria é invocada como rainha doze vezes: Rainha dos anjos, dos patriarcas, dos profetas, dos apóstolos, dos confessores, das virgens, dos mártires, de todos os Santos, da paz, concebida sem pecado original e levada aos céus.

comshalom

Hoje, dia 22 de agosto, celebramos os louvores de Deus pela Virgem Maria, contemplada e honrada com o título de Nossa Senhora Rainha. Como entender e mergulhar com profundidade neste título? Quais as bases bíblicas e teológicas por trás de um título como este tão honroso, dado a Mãe de Jesus? Vamos, então, refletir tendo por base aspectos bíblicos, culturais e teológicos.  

Na maioria das culturas, tanto antigas como modernas, onde havia um tipo de realeza ou monarquia, quando uma mulher se casava com um nobre, ela recebia, por causa da sua união com ele, todos ou quase todos os status de nobreza, títulos, honras, bens, etc. A esposa escolhida era importante porque, graças a ela, o reino poderia ter um herdeiro, para dar continuidade às honras e ao nome da família. Tanto que, assim como seu esposo, ela era tratada com títulos de senhora, rainha, majestade, alteza, etc. Infeliz de quem desrespeitasse tal dama. Respeitá-la era como respeitar o rei, desrespeitá-la era desrespeitá-lo. 

Leia, então, este versículo bíblico: “O Senhor Deus é Rei. Ele está vestido de majestade e coberto de poder. A terra está firme no seu lugar e não pode ser abalada. Ó Senhor, o teu trono está firme desde o princípio; tu sempre exististe” (Sl 93).  

Desposada por Deus, para ser a mãe do Reis dos reis 

A Virgem Maria foi, segundo o anúncio do Anjo, desposada por Deus para ser a Mãe de Jesus, o Salvador do mundo, o Rei dos reis. (cf. Lc 1,26-38). Porém, algo que vale sempre a pena recordar é que essa Mãe não foi violada em sua liberdade. Ele respeitou seu livre-arbítrio e, no pleno uso desse dom, disse um sim generoso. Leia: “O anjo entrou onde ela estava e disse: ‘Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!’ Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. O anjo, então, disse-lhe: ‘Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim’”(Lc 1,28-33). 

Maria é Rainha sim! rainha da Paz

Após um questionamento muito natural para quem se vê diante de algo tão grandioso, Maria deu uma resposta generosa e é bom que se diga, corajosa: “‘Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra!’ E o anjo retirou-se” (Lc 1,37). Essa resposta de Maria consumou sua união esponsal com Deus, o Rei do universo. A partir desse momento, quem tem a Deus como Rei de sua vida precisa ter a honestidade para reconhecer e aceitar a nobreza e realeza dessa Santa Senhora. Maria é Rainha, sim! 

Se você ama e respeita essa grande e humilde serva de Deus, respeita e reconhece sua realeza, faça um gesto simples e concreto de honra, compartilhando essa matéria com alguns de seus  contatos. Que muitos e muitos outros corações, assim como o seu, possam amar e homenagear essa Santa Serva do Senhor. 

Nossa Senhora Rainha, rogai por nós! 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *