Institucional

O encontro de Maria Madalena e o Ressuscitado

madalenaTodos conhecem as circunstâncias em que Jesus e Maria Madalena se conheceram. Todos sabem decoradas as palavras que Jesus dirigiu aos acusadores e à acusada. Todos já devem ter imaginado o olhar de misericórdia que Jesus lançou para ela. Mas quem já conseguiu experimentar da mesma alegria que Maria sentiu quando viu o seu Senhor ressuscitado? Eu já.

Na passagem de Lucas 20, vemos Maria fora do túmulo e chorando. Maria vivia naquele momento a ausência do seu Mestre, sua vida não tinha mais direção, não tinha mais sentido. Então Ele apareceu. Ela gritou de alegria e logo a vida voltou a ter um sentido: anunciar a vitória de Jesus perante a morte.

Nós estávamos como Maria: sem sentido de vida, vivendo na tristeza de uma vida sem Deus, no pecado, deixando-nos guiar pelas nossas falhas vontades. Até que, em algum determinado momento da nossa história, Jesus revelou-se a nós. Pode ter sido em um retiro, em um seminário de Vida no Espírito Santo, na missa, acampamento, grupo de oração, em uma conversa, adoração, show, através de uma música… Sem dúvidas, esse encontro mudou as nossas vidas. Enxergamos que não fomos feitos para a amargura ou tristeza, nem para a solidão ou pecado, nem que fomos feitos para o acaso sem propósitos, mas que fomos feitos por amor, para o amor e pelo Amor. E nessa descoberta magnífica experimentamos da mesma alegria de Madalena e podemos exclamar (gritar!): “Rabuni! ”. Bendito encontro que nos revela o sentido do nosso existir. Já não estamos perdidos e sem rumo, mas fomos encontrados para anunciar, como Maria, que Jesus está vivo.

Sem dúvidas, esse encontro permanecerá para sempre em nossa memória. O dia em que o Céu revelou-se a nós, o dia em que a tristeza, a solidão, a angústia e o pecado perderam seus lugares em nossas almas. O dia em que nossos olhos se voltaram para o eterno e o nosso coração sedento do infinito encontrou a fonte da água viva que nunca terá fim.

Bem, se você não encontrou ainda dessa plena felicidade, procure o Centro de Evangelização Shalom mais próximo de você. Foi essa a experiência que eu tive e posso indicá-la. E se você já a experimentou, lembre-se de anunciá-la a todos os povos.

Mayara Raulino


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *