Shalom

O Halleluya tem lugar para todo mundo, mas há um especial: para você

comshalom

Milhares de pessoas circulando pelo anfiteatro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).  Os rostos se confundem em um mar de gente que se divide entre a plateia do palco principal e os espaços Kids, Adventure, Pátio Halleluya, Festival de Artes Integradas e a Tenda da Misericórdia. Mesmo com a quantidade de pessoas a perder de vista, o Halleluya Natal espera por uma pessoa: você. Com entrada gratuita, o Festival Halleluya segue até domingo (10).

Na entrada do backstage, os fãs se aglomeram. Vale qualquer oportunidade para ver aquele artista preferido. É até difícil sair. Mas passado alguns metros é possível ver o público começar a se avolumar. Na plateia do palco principal, os rosarianos ocupam os primeiros lugares. Esse é o quarto Halleluya de Manoela Dalila, 18, que não esconde no rosto nem na testa com a faixa brilhante, ser fã de Rosa de Saron. “Eu estou muito ansiosa. O Halleluya é o único evento que me faz sair de casa”, explicou.

Saindo do Palco Principal, ao lado direito do anfiteatro, conhecemos outros ambientes da Festa que Nunca Acaba. No Adventure, o importante é ser radical. E para ter radicalidade não há restrições. Jonas Prazeres da Silva, 12, gosta é de jogar basquete. Ele já perdeu as contas de quantos Halleluya já participou. “Eu vim porque é chato ficar em casa”, expressou com sinceridade o garoto que se programou para vir todos os dias.

Se tem um lugar que não é físico, mas ganhou o coração do público é a famosa graminha. As amigas Lisnat Gomes, 15, Shelly Cristina, 15, Isabel Sales, 14, e Eleys Sther, 15, estavam gargalhando. O que vocês mais gostam do Halleluya? Lisnat Gomes é a porta-voz do grupo. “Eu gosto das bandas, da confissão, de me encontrar mais com Deus, com meus amigos”, afirmou.

Milhares de pessoas vêm e vão pelo Halleluya Natal. Mesmo com o anfiteatro da UFRN lotado de gente. Ainda há um espaço especial reservado e esse é para você.

Kassandra Lopes


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *