Igreja

O Papa aos sacerdotes idosos: A fragilidade pode nos aperfeiçoar e santificar

“Espero que este período nos ajude a compreender que é necessário não perder o tempo que nos é dado; para que desfrutemos a beleza do encontro com o outro, para curar o vírus da autossuficiência”, foram as palavras de Francisco. Confira, na íntegra.

O Papa Francisco enviou uma mensagem aos participantes da Jornada dos Sacerdotes Idosos e Doentes da região da Lombardia que se realiza no Santuário de Nossa Senhora de Caravaggio nas proximidades de Bérgamo (Itália).

O Santo Padre iniciou agradecendo os organizadores, a Conferência Episcopal da Lombardia recordando como “é bela esta atenção dos pastores para a parte fisicamente mais frágil de seu presbiterado. Na realidade, vocês são sacerdotes que, na oração, na escuta, na oferta de sofrimento, realizam um ministério que não é secundário em suas Igrejas”. 

Então dirigiu-se diretamente aos participantes:

“É sobretudo a vocês, queridos irmãos que vivem o tempo da velhice ou a hora amarga da doença, que eu sinto a necessidade de dizer obrigado. Obrigado por seu testemunho de amor fiel a Deus e à Igreja. Obrigado pela proclamação silenciosa do evangelho da vida. Obrigado porque vocês são a memória viva a ser aproveitada para construir o amanhã da Igreja.”

Lição aprendida com a pandemia

Francisco recordou as restrições vividas por todos causada pela pandemia e a lição que podemos aprender com a situação vivida:

“Sentimos a falta de nossos entes mais queridos e amigos; o medo do contágio nos fez lembrar de nossa precariedade. Sabemos – continua o Papa – o que alguns de vocês, assim como muitos outros idosos, experimentam diariamente. Espero tanto que este período nos ajude a compreender que, muito mais do que ocupar espaço, é necessário não perder o tempo que nos é dado; que nos ajude a desfrutar da beleza do encontro com o outro, para curar o vírus da autossuficiência. Não esqueçamos esta lição.”

Experiência de purificação

O Pontífice concluiu sua mensagem aos sacerdotes idosos recordando o Momento de Oração do dia 27 de março passado na Praça São Pedro:

“Durante o período mais difícil, cheio ‘de um silêncio ensurdecedor e um vazio desolador’ muitos, quase espontaneamente, levantaram os olhos para o Céu. Com a graça de Deus, pode ser uma experiência de purificação. Também para nossa vida sacerdotal, a fragilidade pode ser ‘como o fogo do fundidor e como a lixívia dos lavadeiros’ (Mal 3,2) que, elevando-nos a Deus, nos aperfeiçoa e nos santifica. Não temos medo de sofrer: o Senhor carrega a Cruz conosco!”

Sacerdotes falecidos na pandemia

O Santo Padre concluiu sua mensagem recordando os sacerdotes falecidos por causa da pandemia e confiando todos à Virgem Maria: “A ela, Mãe dos sacerdotes, recordo na oração os muitos sacerdotes que morreram por causa deste vírus e os que estão enfrentando o caminho da reabilitação”.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  1. Boa noite. Bom, vamos lá… Eu sou o Valdinei, estou no sexto período de Teologia na Faculdade Canção Nova aqui em Cachoeira Paulista. O padre que ministra a disciplina de Pastoral II passou um trabalhinho acadêmico… Trata-se de uma simples entrevista com um missionário ou missionária, porém esse missionário tem que atuar fora do país. Quanto às perguntas, o padre professor já as elaborou… Coisa bem simples. Eu não conheço nenhum missionário… logo estou na peleja em busca de um para que possa me conceder essa singela entrevista por escrito… Por favor, se quem ler esta mensagem conhecer algum que seja solícito para com a “igreja que sofre aqui”, por fineza, ajude-me. Vou repetir, trata-se de coisa de bem simples. E seria um prazer levar o nome de um missionário shalom a Faculdade. Sem mais é isso, para provar minha boa intenção, segue meu whatssap: 12 933005470, caso alguém queira me indicar… ou mesmo um missionário que tenha lido esta mensagem queira me ajudar, fico muito agradecido. Sem mais, é isso. Deus nos abençoe.

  2. Boa noite. Bom, vamos lá… Eu sou o Valdinei, estou no sexto período de Teologia na Faculdade Canção Nova aqui em Cachoeira Paulista. O padre que ministra a disciplina de Pastoral II passou um trabalhinho acadêmico… Trata-se de uma simples entrevista com um missionário ou missionária, porém esse missionário tem que atuar fora do país. Quanto às perguntas, o padre professor já as elaborou… Coisa bem simples. Eu não conheço nenhum missionário… logo estou na peleja em busca de um para que possa me conceder essa singela entrevista por escrito… Por favor, se quem ler esta mensagem conhecer algum que seja solícito para com a “igreja que sofre aqui”, por fineza, ajude-me. Vou repetir, trata-se de coisa de bem simples. E seria um prazer levar o nome de um missionário shalom a Faculdade. Sem mais é isso, para provar minha boa intenção, segue meu whatssap: 12 933005470, caso alguém queria me indicar… ou mesmo um missionário que tenha lido esta mensagem queira me ajudar, fico muito agradecido. Sem mais, é isso. Deus nos abençoe.