Notícias

Shalom Quixadá lança “O Pobre Me Salvou”, extensão do Projeto Amigo dos Pobres

A missão de Quixadá acaba de lançar o Projeto “O Pobre Me Salvou”, que é uma extensão do Projeto “Shalom Amigo dos Pobres”. Saiba mais.

comshalom
“A dor e o sofrimento do nosso povo nos motivou a estender este Projeto para a nossa cidade. Queremos ir ao encontro daqueles que mais sofrem. Diante do nosso contexto atual, começamos a tocar em realidades de famílias desempregadas, sem ter nem mesmo o mínimo para a alimentação diária, como também em outras necessidades básicas. A dor e o sofrimento do nosso povo nos motivou a estender este Projeto para a nossa cidade. Queremos ir ao encontro daqueles que mais sofre”, explica o Coordenador Apostólico de Quixadá (CE), Térsio Rocha.

Ele continua: “O Projeto tem como objetivo promover o desenvolvimento integral da pessoa em situação de vulnerabilidade, potencializando suas capacidades e aptidões, resgatando a dignidade humana, gerando autonomia, protagonismo e autonomia familiar”.

O Projeto conta com a participação dos missionários da Comunidade Católica Shalom de Quixadá para as ações realizadas, como também de todos aqueles que desejam se voluntariar. Campo Novo e Mutirão são os bairros contemplados inicialmente. Mensalmente são distribuídas cestas básicas para famílias cadastradas na Promoção Humana.

Com uma ação intitulada “SOS Rua”, durante quatro dias da semana são realizadas visitas a essas mesmas famílias, assim como o encontro e socorro com aqueles que se encontram pelo caminho, os moradores de rua. A Comunidade ainda se dispõe a visitar famílias ou moradores de rua por indicação de pessoas conhecidas.

Rosemary Lengruber, missionária da Comunidade de Vida, recém chegada em Quixadá, participou ativamente das ações realizadas com os moradores de rua de Fortaleza, sua antiga missão e nos conta um pouco da sua experiência com o Projeto. “Eles entraram na minha vida, tem um nome,  conheço suas histórias, são meus amigos!”

“Eu tive uma experiência muito forte com a misericórdia de Deus.”, conta. “Não tenho muito como explicar, porque é um olhar diferente que Deus me dá sobre eles. É mesmo como olhar um amigo. Deus me surpreendeu muito me dando Ele mesmo. Eu encontrei a pessoa de Jesus no pobre. Eles entraram na minha vida, tem um nome, conheço suas histórias, são meus amigos! O meu coração se alargou em compaixão. Humana, espiritual e vocacionalmente me percebo uma outra pessoa.

Faço ainda um convite a você que lê este testemunho, um apelo de Deus, que eu recebi e faço agora a vocês: ir de encontro aos mais necessitados. Os pobres nos esperam! Eles não querem as nossas roupas, as comidas, não querem os remédios. Isso tudo é consequência. Eles querem amigos, a nossa presença, o nosso sorriso, os nossos ouvidos para escutar, os nossos olhos para olhá-los. Eles querem amor! E isso nós temos para dar porque já experimentamos em nossas vidas. Esse é o momento de transbordar, de partilhar. Esse projeto é um dar-se. Não dar as coisas, mas dar-se a si mesmo.”

E é nesse dar-se que Deus vai realizando o maior milagre: quanto mais se dá, mais se ganha. Que a dinâmica da caridade, do amor que não para em si mesmo, que essa cultura do encontro, como tanto nos motiva o Papa Francisco, envolva o nosso coração e nos mova em direção aos que nos esperam.

Saiba mais sobre o Projeto Shalom Amigo dos Pobres clicando [AQUI].


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *