Sem Categoria

O Que é a Doutrina Social da Igreja?

bom-samaritano-parabola

“A Revelação Cristã leva a uma compreensão mais profunda das leis da vida social”, diz o Catecismo da Igreja Católica, e acrescenta:“A Igreja recebe do Evangelho a revelação plena da verdade sobre a pessoa humana” (n.2419). Isto significa que o ensinamento da Igreja sobre o agir humano no mundo encontra sua fundamentação na autorrevelação de Deus. O ponto de partida é a fé em Deus que é Criador de todas as coisas visíveis e invisíveis; que nos criou a sua imagem e semelhança, dando-nos o poder de governar a terra: “Sede fecundos, multiplicai-vos e governai a terra”(Gn 1,28). A senhoria que exercemos sobre a vida é uma senhoria participada, isto é, cuidar (governar) do mundo conforme a vontade do Criador.

Jesus Cristo é a plenitude da revelação de Deus. Nele, encontramos o pleno cumprimento da Lei e dos Profetas (AT); enxergamos a norma do amor que faz novas todas as coisas. Ele é esperado como o libertador, príncipe da paz, aquele derruba dos tronos os poderosos e eleva os humildes; que nasce e viveu entre os mais pobres; na missão manifestou preferência pelos empobrecidos e injustiçados; ensinou às multidões a partilhar e a pôr em Deus sua esperança; determinou aos discípulos buscarem, em primeiro lugar o Reino de Deus e sua justiça; criticou as autoridades por não serem servos de todos e, sobretudo, se apresentou como servo: “O Filho do Homem não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate de muitos”(Mc 10,45). Isto tudo nos faz ver que Jesus Cristo, em pleno cumprimento da Lei e dos Profetas, é o fundamento do agir social da Igreja ontem, hoje e sempre.

As atitudes de Jesus frente aos problemas sociais do seu tempo nos indicam a moralidade social do agir cristão no mundo. Ele enfrentou a questão da injustiça social, indicando uma conduta ética proveniente da fé Nele e da fé Dele, focando na construção do Reino de Deus: “Buscai, em primeiro lugar, o Reino de Deus e sua justiça”(Mt 6,33).

Chamamos de ensinamento social da Igreja (Doutrina Social) os princípios de reflexão, os critérios de juízo e a orientação para a ação, que o magistério da Igreja tem atualizado ao longo dos tempos. Nos primeiros séculos da Igreja (Patrística) encontramos um farto ministério social baseado em três núcleos fundamentais: a vida e sua dignidade, o destino universal dos bens da terra e o direito dos pobres.

A lei de Cristo é o amor, norma suprema da caridade (1Cor 13). Todo Evangelho revela o desejo de Deus de uma humanidade reconciliada no amor. Jesus é apresentado pelo evangelista Lucas como o ungido do Pai que vem para evangelizar os pobres, libertar os cativos e proclamar o tempo da graça (Lc 4,18-19). A defesa e promoção da vida e de sua plena dignidade é imperativo ético que, como um fio de ouro, perpassa toda história da salvação.

Fonte: Jovens Conectados


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *