Institucional

O Santo Sepulcro e a Comunidade Shalom

Quando em agosto de 2016 Roneide, a Responsável Local da missão do Rio de Janeiro, atendeu o telefone, mesmo sendo um número desconhecido, ela não podia imaginar que aquela ligação seria a resposta de pelo menos três anos de oração do Conselho Local que buscava uma casa de retiros que pudesse ser da Comunidade. Do outro lado da linha Dr. José Humberto Resende queria saber quem era a pessoa que pudesse responder pela Comunidade Católica Shalom pois ele procurava há tempos uma comunidade, um movimento, uma expressão de trabalho da Igreja Católica a quem ele pudesse praticamente doar o Sítio do Santo Sudário de Jesus, da sua família, e tinham lhe dito que o perfil da Comunidade Shalom se encaixava perfeitamente no que ele procurava.

A conversa foi curta e emocionada, pois, a providência divina havia feito acontecer o encontro de duas buscas, de duas necessidades que reconheceram de imediato a ação da graça de Deus: de um lado quem queria negociar praticamente a doação do sítio para quem o recebesse e dele cuidasse segundo a vontade de Deus, e do outro quem buscava um local para encontros e retiros onde a presença de Deus Nosso Senhor fosse o centro e o motivo de sua existência, onde muitos pudessem ser evangelizados.

Por um lado a Comunidade Shalom representava o perfil de pessoas e de espiritualidade que o Dr. José Humberto buscava para cuidarem do sítio que desde o princípio foi concebido como local de oração e de encontro entre as pessoas e delas com Deus cujo nome é bem sugestivo: Sítio do Santo Sudário de Jesus. Inclusive várias missas foram celebradas no sítio e uma delas, de modo particular, marcou o coração dos presentes pois, nela, o próprio Cardeal D.Eugênio Sales, que presidia a celebração, profetizou que aquele o sítio seria um local de oração, de retiros onde a graça de Deus se manifestaria a muitos.

Por outro lado, mesmo sem a princípio entender muito, a Roneide teve convicção interior vinda da fé, que o telefonema que estava recebendo era a resposta esperada, um grande presente surpresa da misericórdia divina.

Ao conversarem, mesmo tomando conhecimento da não reserva financeira da missão, Dr. José Humberto percebeu, internamente, que a espiritualidade Shalom que adora o Senhor como o Ressuscitado que passou pela Cruz, entenderia, preservaria e perpetuaria o que ele havia sonhado e construído no sítio. Mais ainda, levaria à frente a presença do Ressuscitado ao rezar e cuidar de dois grandes tesouros que davam nome ao sítio: a capela feita em pedra, sem portas, aberta a todos e uma outra capela, também em pedra com precisão e exatidão de medidas, cópia de um sepulcro do tempo histórico da vida de Jesus na Galiléia, semelhante ao Santo Sepulcro onde Jesus foi depositado morto e onde Ele ressuscitou deixando o lençol de linho branco – o Santo Sudário – que envolvia o seu corpo. Esta é a capela do Santo Sudário. Além dela e da capela de pedras, aberta e sem portas, há também uma réplica da Casa de Maria, outro recanto muito propício à oração. E o Dr. José Humberto estava certo em sua intuição espiritual: ninguém melhor do que a Comunidade Católica Shalom para valorizar, usufruir e perpetuar o sítio. E a medida que ele foi conhecendo os membros da Comunidade de Vida, Roneide, Raquel, Raíssa, Pe. Jean, só para citar alguns e da Comunidade de Aliança, especialmente o casal Francisco e Fátima Epifânio, se havia qualquer sombra de dúvida, ela se dissipou.

Roneide, por sua vez, mesmo recém acidentada e muito fragilizada física e emocionalmente, foi inundada de uma experiência forte com a misericórdia divina – estávamos no ano do Jubileu Extraordinário da Misericórdia – que de modo inesperado e totalmente desproporcional, dava à missão do Rio de Janeiro um presente muito além do que qualquer um poderia ter imaginado ou pedido ao Pai.

Dr.José Humberto é um homem cheio de talentos, um grande amigo e servo do Senhor que O tem servido fielmente durante toda a vida em várias áreas de atuação, da medicina à colaboração extraordinária no estudo sobre o Santo Sudário (uma das razões de sua paixão pelo tema) junto à Santa Sé e perante o mundo científico, além de ser artista plástico, escritor, escultor, a lista é longa. Seu segredo está na vida de oração pessoal, intensa e diária, sacramental e na certeza de que os talentos recebidos devem ser multiplicados 100 por 1, porque essa é a vontade de Deus e quando se vive assim se é verdadeiramente humilde. E foi em oração, perguntando ao Senhor meses a fio que ele finalmente chegou à Comunidade Shalom, conheceu a  responsável local, e poucos dias depois alguns membros da Comunidade e em seu coração o sinal for dado: são eles que parcialmente herdarão e em outra parte adquirirão o sítio do Santo Sepulcro. Dr.José Humberto abriu mão da sua parte na herança do sítio, doando-a inteiramente à Comunidade e as outras duas partes, herança do filho e de sua esposa, a gentilíssima e amorosa D. Adelaide, foram negociadas para serem pagas em sete anos. Se diria que foi negócio de pai para filho, mas o mais justo é dizer: foi coisa do Pai do céu através de seu filho José Humberto e família, para os seus outros filhos da Comunidade Católica Shalom. Em tempos de crise econômica e de tantos vereditos sombrios nada mais enriquecedor para a fé do que ver e tocar a extraordinária ação da bondade de Deus para nós, para todos nós.

O sítio é um primor de beleza e de bom gosto em cada recanto, árvore e flor plantada, nos móveis, na decoração e na disposição das casas. Para retiros menores ela já está em funcionamento e posso testemunhar pessoalmente que a célula comunitária da qual faço parte, célula Porta do Céu, cujos membros em sua maioria já fez promessas definitivas, foi fortemente visitada pela graça de Deus e renovada no amor esponsal ao sermos a primeira turma de consagrados da missão do Rio de Janeiro a fazermos o retiro anual da célula, em novembro de 2016, no sítio. Que lugar abençoado! Como foi bom rezar dentro do ‘sepulcro’, na capela, nos vários recantos e jardins! Como nos sentimos em casa sabendo que os milagres que já aconteceram no sítio nas quatro décadas de sua existência continuarão a acontecer.

As obras já começaram para que o Sítio do Santo Sudário de Jesus se torne numa grande casa de retiro onde uma centena de pessoas possa ser acolhida para os retiros e as reciclagens da missão. Mas será um espaço também aberto à diocese e a outros movimentos e igrejas cristãs que estejam em busca de um local propício para a oração, o silêncio, a partilha de vida, a convivência fraterna.

Sabemos que este sítio nos foi dado pelo Senhor para que se torne um polo de irradiação do seu amor, um local de adoração perpétua, um local de acolhida e de evangelização para os jovens e para todos do bairro – estamos na Ilha de Guaratiba, muito próximos do Recreio e da Barra da Tijuca – e para todos aqueles a quem o Senhor quiser atrair.

Terminamos este breve artigo convidando-o a fazer a reciclagem de 2017 no Rio de Janeiro e pedindo que você interceda pela missão para que possamos ser fiéis, corajosos e humildes até o fim pois muito o Senhor nos tem dado. E nós queremos dar sempre e generosamente fazendo eco à generosidade do Senhor. Rezem também pelo grande amigo e irmão, Dr. José Humberto e sua família que têm sido tão bons conosco. Melhor de tudo é saber que ele e D. Adelaide vão à Roma para a convenção dos 35 anos pois já amam muito o Shalom e querem conhecer mais de perto quem é esse povo que o Senhor colocou em seu caminho.

O Sítio do Santo Sudário de Jesus nos foi confiado para que lá muitos ressuscitem ao se encontrarem com o Senhor, o Ressuscitado que passou pela cruz, e recebam o Shalom do Pai! Que assim seja hoje, amanhã, em 2017 e para sempre.

Elena Arreguy Sala – Missionária da CA Rio de Janeiro


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *