Formação

Onde não há comunicação…

comshalom

<!– /* Font Definitions */ @font-face {font-family:Tahoma; panose-1:2 11 6 4 3 5 4 4 2 4; mso-font-charset:0; mso-generic-font-family:swiss; mso-font-pitch:variable; mso-font-signature:1627421319 -2147483648 8 0 66047 0;} /* Style Definitions */ p.MsoNormal, li.MsoNormal, div.MsoNormal {mso-style-parent:""; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; mso-pagination:widow-orphan; font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:12.0pt; font-family:Tahoma; mso-fareast-font-family:"Times New Roman"; mso-bidi-font-family:"Times New Roman";}h2 {mso-style-next:Normal; margin:0cm; margin-bottom:.0001pt; text-align:center; mso-pagination:widow-orphan; page-break-after:avoid; mso-outline-level:2; font-size:10.0pt; mso-bidi-font-size:12.0pt; font-family:Tahoma; mso-bidi-font-family:"Times New Roman";}@page Section1 {size:612.0pt 792.0pt; margin:70.85pt 3.0cm 70.85pt 3.0cm; mso-header-margin:36.0pt; mso-footer-margin:36.0pt; mso-paper-source:0;}div.Section1 {page:Section1;}–>

ONDE NÃO HÁ COMUNICAÇÃO, ONDE É FALHA A INFORMAÇÃO, GRASSA FANTASIA

 Vem cá, você já viu como a Marieta anda abatida?

 É mesmo. Já tinha reparado. Anda não só abatida,mas também muito calada…

 É… O normal dela não é esse…

 Parece até uma febre. Tem mais gente abatida poraqui…

 Nem me fale! Todo o mundo está falando do estadodo Paulo e do Joça…

 Capaz de ter alguma coisa a ver com a Marieta…

 Se tem?!? Então, você não sabe?

 O que? Aquilo que aconteceu na semana passada?

 Na semana, no mês, no ano…

 Essa história não se ajeita nunca!

 Também, com tantos problemas financeiros…

 Se fosse só financeiro, era bom demais!

 Sei… tem coisa de família pelo meio…

 De família, de amigo, de negócios…

 Nossa, então é sério…

 Seriíssimo!

 Será que tem saída?

 Sei não… Deus sabe…

 Ontem os três estavam conversando juntos.

 Só os três? Então não estavam também o Estevão ea Mônica?

 Bom, só se já tinham entrado antes de euchegar…

 Às vezes fazem isso…

 É! Tipo reunião secreta…

 Mas esses aí se reunindo junto, sei não…

 E, olha, foi a tarde toda!

 Vai ver que foi para demitir o Fonseca…

 Isso tem cheiro de enxugamento de folha…

 Pensando bem… Salário atrasado, Fonsecademitido, os três com essa cara…

 A conclusão é óbvia: vem coisa aí!

 Com essa recessão, sei não…

 Graças a Deus, pelo menos a Julia está deférias, se não…

 Graças a Deus! Graças a Deus!

 Já pensou? Além desse clima de funeral, aquele‘faça isso!’, ‘repita aquilo!’, ‘ainda não está bom!’ ‘Faça de novo!’ ‘Dapróxima vez, se esforce mais!’ Grrrrrrrrrrr!

 Já viu a Julia elogiar alguém?

 Nunca! É contra a filosofia dela! Acha que seelogiar a gente não se supera…

 Se Jesus fosse assim…

 Nossa! A gente ‘tava’ perdido!

 Ainda bem que a Julia não está aqui. Pelo menosisso!

 É! Demissão em massa, Fonseca demitido, salárioatrasado, esses daí reunidos… sei não…

 Te disseram o horário da reunião amanhã?

 Que reunião? Aquela, com o governador…

 Governador?!? Então não é com o prefeito?

 Não! Com o prefeito é a missa por um ano demandato…

 Tá doida? Quem completa um ano de mandato é ogovernador…

 Menino… o governador chamou foi para ocasamento da filha…

 Então! Ela vai casar?

 Hello! Coloquei o convite em cima da sua mesa…

 Então… eu vi… Mas o Paulo disse que eraconvite para a inauguração da fábrica do irmão do Joca…

 Pronto! Fechou tudo! Já entendi! Já entendi!

 É o Joca, exatamente, quem está saindo!

 Como é?!?

 Essas reuniões todas, essas caras de sétimo dia!É o Joca, que está saindo da firma para montar a fábrica com o irmão dele…

 Isso! Como ele tem a maior parte do capital, vãoter que reduzir despesas e…

 … e enxugar a folha! Demissão em massa!

 E férias coletivas compulsórias!

 Mas é claro! Está na cara! Como não tínhamospercebido antes?!?

 Meu Deus, o Joca… tão bom… tão amigo dagente…

 É… só saem os bons, os amigos…

 Se pelo menos a peste da Julia estivesse nalista…

 Nem pensar! A Julia é funcionária antiga, temgente forte por ela…

 É mesmo! Assim, ó, carne e unha com a Marieta eo Paulo…

 E com o Estevão e a Mônica, então…

 Shhh! Lá vêm eles…

 Enfia a cara no computador! Eles nunca nem olhampara a gente mesmo… Depois vem com essa conversa de amigo, de irmão…

 Shhh! Quer ser demitida, é?

 Fernando, Dolores, um de vocês dois encomendemuma coroa de flores..

 Quem de nós?

 Qualquer um… tanto faz…

 Para quem é a coroa?

 Uma pessoa que morreu…

 Qual o velório?

 Não sei, liga aí e descobre…

 Liga pra quem?

 Começa pelo Edilson. Ele deve saber…

 Foi parente seu? Foi de repente? Está tãoabatida…

 Não… Na verdade ia dizer para vocês depois…Quando achasse mais oportuno… Afinal, vocês eram muito amigos…

 O Fonseca!

 Não … a Julia! Há um mês estava internada eacabamos de receber um telefonema dizendo que ela morreu…

 Ah, a Julia…

 Precisava tanto sofrimento?

 De quem? Dela?

 Eh… é… é… dela, coitada…

 Nem demissão em massa, nem férias coletivascompulsórias, nem atraso de salário, nem saída do Joca. ‘Somente’ um mês deenfermidade da Julia. ‘Somente’ falta de informação adequada. ‘Apenas’ falta decomunicação. ‘Unicamente’ uma estrutura centralizada, com informaçõeselitizadas.

Na verdade, Fernando e Dolores, vocês nãoprecisariam ter passado por tanto sofrimento. Não precisava vocês terem sofridosozinhos, Marieta, Joca, Paulo, Monica. Bastaria que se tivessem, de fato,comunicado. Bastaria terem confiado, terem partilhado suas preocupações einformações. Coitada da Júlia! Sobrou para ela!

Ah! Em tempo! Já passou a data da missa, os noivosjá estão em lua de mel e a fábrica funcionando a todo vapor. Nenhuma satisfaçãofoi dada. Passaram todos por indiferentes, mal educados. Bastaria terdisponibilizado e canalizado corretamente a informação. Agora é tarde. O jeitoé mandar um telegrama.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *