Notícias

Orientações para as eleições

Fique atento para as novas regras das eleições neste domingo

comshalom

Neste domingo, 15, todo o país se volta para as eleições municipais. Este ano, em virtude da pandemia, a votação terá orientações específicas para garantir a saúde dos eleitores e evitar aglomerações.

O horário de votação foi ampliado para o período de 7 às 17h, sendo preferencial para maiores de 60 anos o período de 7 às 10h. Porém, esta é uma recomendação e as pessoas com menos de 60 anos que comparecerem no primeiro horário poderão votar normalmente.

Os eleitores são orientados a levar a própria caneta, para evitar possíveis contágios na utilização coletiva do material. O uso de máscara é obrigatório para todos e é recomendado que permaneça na cabine de votação o menor tempo possível, para evitar filas e aglomerações.

É indicado que o eleitor não entregue seus documentos ao mesário. Neste caso, o documento com foto deve ser apresentado a distância, de maneira que seja possível identificar o nome e a foto.

Álcool em gel deverá estar à disposição para higienização das mãos antes e depois da votação, mas o eleitor também pode e deve levar o seu, para garantir a sua higienização.

Outra novidade deste ano é a utilização da versão digital do título de eleitor, o e-Título, para justificar o voto de quem encontra-se fora do domicílio eleitoral sem sair de casa. O aplicativo disponibiliza esta ferramenta e a partir do localizador, o eleitor poderá fazer a justificativa de forma simples e rápida.

O papel do cristão nas eleições

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou uma mensagem sobre as eleições municipais deste ano inspirada na Doutrina Social da Igreja Católica e no magistério do Papa Francisco.

O documento compreende a política como um conjunto de ações que buscam a realização do bem comum e aponta que prefeitos e vereadores eleitos têm o dever de contribuir com ações eficazes nos campos da saúde, educação, segurança, transporte, assistência social, moradia, alimentação, entre outros, priorizando o bem comum e a vida plena, desde a concepção a morte natural, de todos os cidadãos.

A CNBB dá destaque, ainda, ao papel do cristão nas eleições, que deve ser o de atentar para o histórico e perfil dos candidatos, alertando que o político que atenta contra a vida e trabalha por políticas públicas de favorecimento ao aborto, utilizando-se de discurso de ódio e violência não pode dar bons resultados.

 

Confira a mensagem da CNBB


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *