Institucional

Papa aos jovens de Buenos Aires: Olhai para Jesus, olhai para Maria e segui em frente

comshalom

Aos rapazes, o Papa ilustrou sua mensagem com os exemplos dos apostólos e de jovens do Evangelho. Falou às moças pedindo-lhes que seguissem Maria, aquela que “obedeceu sem compreender”, “a mulher da fidelidade”

Começa assim a videomensagem através da qual o Papa Francisco exprimiu a sua proximidade a jovens de Buenos Aires, reunidos, sábado 26 na capital argentina, para a Jornada Regional da Juventude. O objetivo foi recuperar a força necessária para levar fé pelas ruas.

papa jovens argentinosNeste interrogar-se sobre algo de novo para lhes dizer, o Papa recorreu então à figura de alguns jovens do Evangelho. Os Apóstolos, diz o Papa, eram quase todos jovens. Para além deles pensou também no jovem rico, mas triste, porque não conseguiu deixar os seus bens para seguir Jesus; no jovem que procurou uma nova vida com a herança do pai, ainda vivo, esbanjou tudo e voltou cheio de fome, mas como Deus é misericordioso, encontrou o Pai ansioso pelo seu retorno; no jovem morto que, devido à fé da mãe, foi ressuscitado por Jesus; no Apóstolo João que era “um muchachito”.

O Papa chamou a atenção dos “chicos e chicas” reunidos em Buenos Aires, para o entusiasmo, o estupor que causou inicialmente, nos jovens do Evangelho, o encontro com Jesus, ao ponto de correrem para dizer aos amigos “Encontramos o Messias! Encontramos Aquele de que falam os profetas!”.

Mas depois os Apóstolos esmoreceram, não se comportaram muito bem – fez ainda notar o Papa: Pedro renegou Jesus, Judas traiu-o, outros fugiram, ou seja – frisou – “depois veio a luta por ser féis a esse encontro com Jesus”. E aqui o Papa lançou uma pergunta aos jovens.

“Quando te encontraste com Jesus?, Como foi o encontro com Ele, tiveste um encontro com Jesus, ou estás a tê-lo agora? Os jovens Apóstolos! Pensem em Pedro, Tiago, João, Natanael, como é que se foram encontrando com Jesus?!”

Ainda no seu estilo interrogativo e interativo, depois de ilustrar esses jovens todos, os apóstolos e a seu comportamento, o Papa pôs os jovens do Encontro Regional da Juventude de Buenos Aires, perante uma outra série de interrogação.

“Vós quem sois? O entusiasta como os Apóstolos inicialmente, antes de iniciar o caminho? Aquele que quer seguir Jesus, mas está cercado de tantas coisas que o atam e não O pode seguir, como o jovem rico à mundanidade, a tantas coisas? Como aquele que gastou toda a herança do seu pai, mas que teve a coragem de voltar e está sentindo neste momento o abraço da misericórdia? Ou estás morto? Se estás morto, saiba que a Mãe Igreja está chorando por ti e Jesus é capaz de ressuscitar-te. Digam-me: quem sois vós, Dizei-lo a vós mesmos e isso te dará força”.

E antecipando aquilo que poderiam estar a pensar as meninas, o Papa frisou… “As meninas me vão dizer, mas Padre, você é injusto, porque os exemplos que deu é só para os rapazes”.

A elas, então, o Papa Francisco indicou como único modelo Maria, Aquela que “obedeceu sem compreender”, “a mulher da fidelidade”.

Pondo em evidência a capacidade de dar vida e de dar ternura, capacidade que os homens não têm, o Papa recordou às meninas que se diz “A Igreja, não o Igreja”.

“A Igreja é feminina, é como Maria. Esse é o lugar para vós. Ser Igreja, conformar-se com a Igreja, estar junto a Jesus, dar ternura, acompanhar, deixar crescer.”

E o Papa conclui pedindo a todos que “Não tenham medo, que olhem para Jesus e para Maria e que sigam em frente”.

Esse encontro Regional da Juventude que teve lugar, dizíamos no sábado, 26, reuniu jovens de 11 Dioceses da Arquidiocese de Buenes Aires. Em jeito de jornada de reconciliação e também de agradecimento pela canonização dos dois Papas, o encontro contou com a presença de centenas de sacerdotes que confessaram os jovens e presidiram a momentos de oração comunitária. Não se previa a celebração da Missa.

Fonte: Rádio Vaticana

 


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *