Institucional

Papa aos jovens: tornar visível o amor com que Deus nos ama

O Papa Francisco uma mensagem nesta terça-feira (27/12) aos participantes do 39º Encontro Europeu de Jovens organizado pela Comunidade ecumênica de Taizé, que este ano se realiza em Riga, capital da Letônia.

“Com o tema do testemunho da esperança que estará no coração das vossas reflexões e da vossa oração – escreve o Papa –  estou particularmente próximo de vocês, pois muitas vezes vos convidei a não deixarem que vos roubassem a esperança”.

Durante a vigília de oração da Jornada Mundial da Juventude, em Cracóvia, Francisco havia enfatizado fortemente esta realidade essencial da fé cristã: “Quando [o Senhor] nos chama, olha para tudo o que podemos fazer, para todo o amor que somos capazes de espalhar. Ele aposta sempre no futuro, no amanhã. Jesus lança-te para o horizonte, nunca para o museu”.

O Santo Padre agradeceu aos participantes do encontro – que se realiza em pleno inverno europeu – por terem feito a escolha de “deixar os vossos sofás para viverem esta peregrinação de confiança em resposta ao apelo do Espírito de Deus”.

De fato, ao decidirem passar juntos estes dias num clima de fraternidade real 0 diz Francisco –  jovens cristãos, ortodoxos, protestantes e católicos manifestarão o desejo de “serem protagonistas da história e de não deixar os outros decidirem o vosso futuro”.

O Papa convida os jovens a manterem-se firmes na esperança, “permitindo que o Senhor habite no vosso coração e na vossa vida quotidiana. Com Jesus, esse amigo fiel que nunca nos decepciona, podeis trilhar o caminho do futuro com alegria e desenvolver os vossos talentos e as vossas capacidades para o bem de todos”.

Hoje em dia – recordou o Papa Francisco – muitas pessoas estão confusas, desanimadas pela violência, pelas injustiças, pelo sofrimento e por divisões. Têm a impressão que o mal é mais forte do que qualquer outra coisa”.

Neste sentido,  convida os jovens “a mostrar em palavras e em atos que o mal não tem a última palavra na nossa história. Pois ‘é o tempo da misericórdia para todos e cada um, para que ninguém possa pensar que é alheio à proximidade de Deus e à força da sua ternura’”.

Por fim, o Pontífice deseja que estes dias de encontro em Riga ajudem os jovens a não ter medo de seus limites, “mas a crescer na confiança em Jesus, Cristo e Senhor, que acredita e espera em cada um. Que com simplicidade que o irmão Roger testemunhou, possam construir pontes de fraternidade e tornar visível o amor com que Deus nos ama”.

A mensagem conclui com um bênção do Papa a todos os jovens participantes do encontro, aos irmãos de Taizé e a todas as pessoas que os acolherão em Riga e na região.

Fonte: Radio Vaticano


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *