Igreja

Papa: Jovens, vocês são o presente na sociedade, sem vocês a sociedade é quase morta

Ao receber estudantes e professores de uma escola italiana, o Papa citou diversas experiências positivas realizadas com a didática à distância, que demonstram que quando se encontram a bagagem dos professores com os sonhos dos estudantes, “não há vírus que possa detê-los”.

comshalom

Codogno foi o epicentro dos casos de coronavírus na Europa e esta audiência com o Pontífice estava marcada para fevereiro justamente para recordar o primeiro aniversário do início da epidemia.

Foi por isso que Francisco fez questão de realizar esta audiência que, segundo ele, é um sinal de esperança.

“Antes de tudo, porque é uma escola, isto é, local educativo por excelência. E, segundo, porque é um instituto-técnico profissional, ou seja, prepara diretamente os jovens ao trabalho; e justamente o trabalho, o emprego, foi uma das vítimas desta pandemia.”  

A importância das relações reais, e não virtuais

No contexto da didática à distância, o Papa citou diversas experiências positivas realizadas no campo educativo, demonstrando que quando se encontram a bagagem dos professores com os sonhos dos estudantes, “não há vírus que possa detê-los”.

A dimensão relacional entre os estudantes foi penalizada nos longos meses de didática à distância, mas agora “faço votos de que vocês possam retomá-la plenamente”, afirmou Francisco. A lição que se tira da pandemia é a importância que as relações interpessoais reais, e não virtuais, têm em nossa vida. Os nativos do mundo digital devem estar conscientes do perigo do isolamento:

“Que a experiência da pandemia, com esta ‘abstinência’ das relações de amizade, possa estimular em vocês um maior senso crítico no uso desses instrumentos; para que permaneçam tais, isto é, instrumentos sujeitos à nossa inteligência e vontade.”

Sem os jovens, a sociedade morre

Antes de se despedir, o Santo Padre recordou que os jovens não são o futuro, mas sim o presente. “Vocês serão o futuro se forem o presente. Vocês são o presente na sociedade. sem os jovens, uma sociedade é quase morta. Vocês são o presente porque trazem vida nova: não se esqueçam disto”.

Na iminência do encerramento do ano escolar na Itália, o Pontífice faz votos de que os estudantes sintam o desejo de agradecer a Deus pela oportunidade da escola: “local onde crescer com a cabeça, com as mãos e com o coração; local onde aprender a viver as relações de modo aberto, respeitoso e construtivo; local para se tornar cidadãos conscientes e responsáveis”.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *