Shalom

Parlamento Português CHUMBA a despenalização da eutanásia

Religiosos confiaram no poder da oração para os projetos de lei que despenaliza a eutanásia fossem negados pela Assembleia da República de Portugal

comshalom
Os projetos de lei do partidos Pessoas-Animais-Natureza (PAN), Bloco de Esquerda (BE), Partido Socialista (PS) e Partido Ecologista “Os Verdes” (PEV), que visavam despenalizava a eutanásia, foram chumbados pela Assembleia da República de Portugal. O mais votado foi o do Partido Socialista, que recebeu 110 votos a favor e 115 contra alem de 4 abstenções, no dia 29 de Maio.
Muitos setores da sociedade portuguesa mobilizaram-se contra a aprovação da eutanásia, manifestando-se, escrevendo e-mails aos deputados e orando.
A igreja se uniu em oração intercedendo pela não aprovação dos quatro projectos. No dia 26 de Maio, ocorreu uma vigília de oração junto às escadarias que conduzem ao parlamento português. Entre elas, encontravam-se três entidades religiosas fundadas no Brasil, Instituto Hesed, Fraternidade Arca de Maria e Comunidade Católica Shalom. Portugal recolhe o que melhor semeou no Brasil, há 500 anos, a fé. Curiosamente, exactamente um mês depois de se celebrar mais um aniversário da primeira missa no Brasil (celebrada a 26 de Abril de 1500). Numa altura em que o Supremo Tribunal Federal – STF, pretende descriminalizar o aborto no Brasil, a vitória da vida em Portugal mostra o papel decisivo da oração. Os dois países precisam de católicos informados, sem medo de afirmar publicamente a verdade e capazes de se ajoelharem de rosário na mão. Não existe outra via senão a do estudo do adversário e do combate espiritual, para afastar as ameaças à vida e à família Recordemos o que escreveu a Irmã Lúcia: “… a Santíssima Virgem, nestes últimos tempos em que vivemos, deu uma nova eficácia à recitação do Rosário. E deu-nos esta eficácia de tal maneira que não há problema temporal ou espiritual, por mais difícil que seja… mesmo na vida dos povos e nações, que não possa ser resolvido pelo Rosário” 

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *