Institucional

Pastoral da Criança recomenda convivência familiar para período de férias

O ano escolar para muitas crianças e jovens já terminou e alguns pais se organizam para estarem alguns dias de folga e também aproveitar as férias.

A Pastoral da Criança, que durante o ano todo acompanha o desenvolvimento dos pequenos, tem orientações para que o período de férias seja uma oportunidade de valorizar a convivência familiar.

Férias EscolaresEm entrevista ao A12.com Ir. Veroni Medeiros, assistente técnica da coordenação nacional da Pastoral da Criança na área de desenvolvimento infantil falou das possibilidades de ensinar e aprender com as crianças no período de férias.

A Pastoral da Criança recomenda que o período de férias seja muito oportuno para reafirmar os laços de convivência familiar. A família precisa procurar estar disponível, atenta e ser cuidadosa. Também é importante combinar e estabelecer limites, para que crianças possam brincar sem se machucar e sem incomodar outras pessoas da família. O tempo de férias é uma oportunidade para intensificar o cuidado com as relações de convivência, como: o carinho, o sono, o alimento e as brincadeiras. É muito bom procurar ocupar o tempo com brincadeiras ao ar livre”, assinalou.

Durante as férias, de acordo com a Ir. Veroni é fundamental redobrar os cuidados, mas aproveitar o tempo das crianças em casa.

“As brincadeiras devem ocupar espaço e tempo privilegiados, pois o brincar é uma necessidade, e um direito garantido da criança. Na primeira infância os cuidados devem ser redobrados. A presença constante do adulto é fundamental junto à criança.

Os pais têm que ver como aproveitar o tempo das crianças em casa e oferecer muitas oportunidades para elas de exploração, criação, descoberta, relacionamento e interação com o mundo que as cerca de forma prazerosa. A melhor forma é usar criatividade, inventando momentos alegres, simples e felizes. Crianças envolvidas em atividades próprias para elas são uma alegria na família”, colocou.

Coisas simples de um período diferenciado como as férias podem se tornar grandes descobertas, Ir. Veroni indica, por exemplo, brincadeiras tradicionais e antigas que podem fazer a diferença nesse período.

“O cuidado, a presença e o aconchego são aspectos relevantes para que a criança possa curtir as férias, brincar muito, fazer descobertas, apreciar a natureza e encantar-se com a beleza de toda a criação. Brincadeiras muito simples podem fazer muita diferença como: jogar bola, pular corda, jogar peteca, pular amarelinha. Usar a criatividade e construir brinquedos junto com a criança ganha um novo sentido, eleva a autoestima e constrói autonomia”, sugere.

O período de férias segue até o início de fevereiro quando as escolas abrem o ano letivo de acordo com as orientações do Ministério da Educação e secretarias estaduais e municipais de educação.

Fonte: A12


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *