Sem Categoria

Caminho da Paz: do coração de Deus para a humanidade

comshalom

Jeovana_natal_rnCom o intuito de formar filhos de Deus para a Igreja, amigos e testemunhas do Cristo Ressuscitado, nasceu, por desejo de Deus e inspiração do coração de Moysés Azevedo, fundador da Comunidade Shalom, o Caminho da Paz: itinerário formativo dos grupos de oração da Obra. Já se passaram exatos quatro anos desde a sua implantação, e, até então, abundantes são os frutos por meio dele colhidos.

Em Natal-RN, não tem sido diferente. A missão, que adotou o Caminho da Paz logo após a sua elaboração, vem apresentando significativas mudanças de lá para cá. Maior permanência, crescimento humano e espiritual das pessoas da Obra, abertura de Grupos Shalom – Obra Shalom fora dos Centros de Evangelização – e grande despertar vocacional são apenas algumas das graças percebidas por Jeovana Freitas, coordenadora apostólica da missão.

“O Caminho da Paz propõe uma vida fundamentada na oração e em uma sólida formação. Esse caminho pode ser visualizado pelos membros de grupo logo ao entrarem na Obra, o que gera uma feliz expectativa, pois eles compreendem que tem uma meta a seguir”, disse Jeovana, referindo-se a uma das razões pelas quais percebe uma fiel participação das pessoas na Obra e serviço evangelizador. “O que acho mais belo é entrar na capela e contemplar um jovem, uma senhora, uma família com o estudo bíblico e caderno de oração na mão. É um caminho seguro”, enfatizou.

Ela, ainda, ressaltou que o itinerário espiritual permite gerar um povo em movimento, que, ao mergulhar em uma enraizada e contínua intimidade com Deus, é impelido a testemunhar de forma radical o encontro com o Senhor onde estiver. “Esse povo gerado vai além dos muros do Centro de Evangelização, pois é uma Obra anunciadora”, disse Jeovana, fazendo alusão ao relevante crescimento do número de Grupos Shalom nos últimos anos na missão. Hoje, a Comunidade de Natal conta com três Centros de Evangelização e com seis Grupos Shalom espalhados pela cidade e pela região metropolitana.

Por fim, comentou a respeito do despertar vocacional percebido em toda a missão atualmente, fruto do Caminho da Paz. Segundo ela, à medida em que o membro cresce na vida de oração, pode ouvir, do próprio Deus, o chamado “deixa tudo e segue-me”, levando-o a uma oferta de vida total a Cristo e à Comunidade.

 

Por: Ana Luísa Lourenço


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *