Institucional

#PorCausaDoReviver Permiti que Ele tocasse o meu coração com suas próprias mãos

O testemunho de hoje é do Eduardo, jovem de 21 anos da missão de Santo Amaro que partilha como foi alcançado pelo Reviver:

“Quando cheguei no Reviver achava que não iria mudar, pois seria apenas mais um retiro do ano.  Antigamente eu frequentava a Santa Missa, mas com o tempo me afastei devido a algumas realidades e amizades que comecei a viver. Dizia para mim mesmo: “Se eu for, a única mudança que haverá será eu voltar a frequentar a Santa Missa!”. Mas me enganei. Fui surpreendido por Deus. Ele era muito claro para mim quanto a sua vontade, mas eu fingia não entender e que muito menos seria para mim. Ele me surpreendeu em relação a tudo, através do acolhimento, na recepção, no sorriso dos irmãos que serviam, nas músicas, ao ouvir cada palestra e claro, os momentos de oração que me fizeram ir além de mim e das minhas vontades nesses dias do retiro.

Pude perceber o quanto Ele trabalha na nossa vida, nos modificando. Eu pude entender o que Ele quer de mim, pois eu já havia sentido Seu chamado antes, para me abandonar Nele sem medo, sem reservas, mas sempre havia um medo dentro de mim que falava mais alto. Mas Ele me chamava de volta para Ele como o filho pródigo, onde o pai chama o seu filho para voltar.

Pude perceber aos poucos que, desde o primeiro dia do retiro, o Senhor já tocava em mim, começado a obra Dele, que ainda está sendo construída, mas que já posso louvá-lo por tudo que já vem fazendo na minha vida e na minha história. Já não tinha como não me render a Ele.

Fui vivendo tudo com calma dando tempo a cada momento. No último dia (terça-feira) pude entender de fato o porquê e para que eu estava lá. Permiti Deus tocar e agir na minha vida, permitindo que ele mudasse tudo. Que Ele me mudasse de dentro para fora. Permiti que Ele tocasse o meu coração com suas próprias mãos. Então me arrependi de tudo que fiz fora de Deus e da vontade Dele.

Realmente mudar a nossa vida radicalmente por Deus, vale muito a pena! Pois eu era um homem que gostava de ir em muitas festas, gostava de beber com os amigos, etc. Hoje posso perceber o agir de Deus na minha casa, na relação com a minha família, no meu ambiente de trabalho, meus relacionamentos com amigos e, principalmente, na minha vida de oração. Não me vejo mais longe de Deus, mesmo com todas as perseguições, desafios, minhas fraquezas e inconstâncias. Pois sei que é Ele que me fortalece me dando forças para prosseguir. Ele me levantará sempre que eu cair. Ele nunca me abandonará.

Hoje posso falar claramente o quanto sou grato por Deus não desistir de mim e me amar assim do jeito que sou, me moldando a cada dia.”


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *