Institucional

Um presente que todos precisam ganhar

comshalom

Há alguns dias, estava me sentindo triste, amargurado e soube que justamente no dia 19 de outubro, sábado, dia do meu aniversário, teria um Seminário de Vida no Espírito. Não me empolguei muito pra ir, afinal, graças a Deus, tinha um bom tempo de caminhada na Igreja e já tinha participado de vários seminários (entra aí um pouco de soberba, pois pensamos que já somos PHD’s na fé cristã). Mas a falta de vontade não era só por já ter participado de outros, mas estava com um extremo esfriamento espiritual, também tinha deixado de participar de grupo de oração.

[…] Como comemorar o meu aniversário? Decidi, infelizmente, pelo pior, fui “à lama e comi lavagens com os porcos”, como fizera o filho pródigo.

Logo cedo, fui trabalhar, mas continuava amargurado, e me perguntava o porquê de estar comemorando o dia do meu aniversário com tanta tristeza. Logo, disse ao Senhor: “Meu Deus, me faz renascer, voltar ao ventre se preciso, eu vou a este encontro assim quando sair do trabalho, mas me faz nascer de novo, que minha vida seja um recomeço”. Decidi ir graças à insistência dos irmãos da Comunidade. Detalhe que minha mãe havia insistido pra que no meu retorno do trabalho, fossemos almoçar para comemorar o meu aniversário… Em meio a isso, mandei uma mensagem para minha irmã: “Estou triste, estou carente de Deus”.

Ao sair do trabalho, fui para o Seminário! Creio que Deus nos fala de maneira simples, pois até no cartãozinho do encontro tinha: “É possível contemplar o novo em mim e guiado por Tua voz recomeçar“. como Deus é maravilhoso!

Palestras, louvores, porém continuava triste por dentro. Soube que haveria efusão no dia seguinte e fiquei um pouco entusiasmado, pois teria um encontro com meu grande amigo Espírito Santo.

No outro dia, domingo, ainda esperando a graça de Deus… Marcos Paulo (consagrado da CV) pediu para nos dividirmos em filas e explicou sobre possíveis repousos, tentei procurar um lugar seguro e confortável, mas não tinha como, pois as filas já estavam cheias e o que me restava era uma fila conduzida por uma jovem. Pensei eu: Meu Deus, e esta moça vai segurar este povo? (risos). Pois era ela mesma que havia de ser a voz de Deus para mim. Disse a mim: “Deus me recorda do batismo do Senhor e também te diz, tu és meu filho amado, o céu se abre e o Espírito paira sobre ti, mergulhe no rio Jordão” E aí eu repousei. Foi a sensação mais maravilhosa da minha vida, o melhor presente de aniversário que poderia receber. O Espírito de fato me conduzia a um rio onde eu ficava à margem assistindo tudo que acontecia, eu via o Senhor Jesus de joelhos sendo batizado, o Espírito pairava e Deus falava: “tu és meu filho amado…”. Mas, quem era aquele deitado, imerso na frente do Senhor? Era eu mesmo! Vestia uma roupa branca e estava completamente submerso. Parecia meu cadáver, pois não tinha vida mesmo, o semblante estava diferente, pálido. Aos poucos via a mão do Senhor introduzindo em meu peito e arrancava-me o coração. “Mas por que, Senhor?” Perguntava eu da margem do rio. “Te dou um novo coração”, respondeu Ele, porém não via seu rosto, era coberto por um manto. Assim foi trocando outros órgãos em mim; o cérebro ( Eita cabecinha minha pra pensar besteiras e se contaminar com o que não deve…), o fígado, um novo sangue, etc. Senti uma presença muito forte ao lado desse corpo, mas não consegui ver quem era. Perguntei ao Senhor. Sabe o que Ele disse?É Maria, minha mãe… Nesta cirurgia ela intercede por ti… Lembras que há exatamente anos atrás, nesta mesma data do seu nascimento você nasceu prematuro, ia morrendo, estava na incubadora e sua mãe havia te consagrado à Senhora Imaculada Conceição? Pois então, eu te opero, te dou nova vida, mas desde àquele 19 de outubro que você nasceu, ela intercede por ti”. Chorava muito, pois tinha certa rejeição à Maria.

Outra jovem que não sei quem foi , falou ao meu ouvido: “Eu sou o Senhor e te chamo, vem para as águas mais profundas… Vem para uma nova missão.” Tudo foi tão ungido que só chorava.

Sem dúvidas, foi o melhor presente, o melhor encontro com o Deus da minha vida.

        É verdade. Deus ainda move pedras, ainda ressuscita, ainda cura, ainda faz milagres, ainda dá novas vidas, basta nós darmos o primeiro passo e nos jogarmos nos rios do Senhor.

 

salomão

Salomão Luna Júnior.


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *