Mundo

Proximidade do Papa às vítimas das inundações em Serra Leoa: 400 mortos

O Papa Francisco está seguindo com grande preocupação o que está acontecendo estes dias em Serra Leoa, país africano atingido por fortes chuvas que provocaram até o momento 400 mortos e mais de 600 desaparecidos.

Em um telegrama assinado pelo Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin e endereçado ao Arcebispo de Freetown, Dom Charles Edward Tamba, o Pontífice manifesta sua profunda dor pelas “devastadoras consequências” das inundações na periferia da capital Freetown.

O Santo Padre “assegura sua proximidade neste momento difícil a todos que perderam seus entes queridos e reza por todos os que perderam a vida, seus familiares e amigos em luto e invoca a bênção divina de força e consolação”.

O Papa Francisco, ademais, lança um forte apelo à solidariedade, dizendo-se próximo aos socorristas que estão fornecendo as ajudas tão necessárias às vítimas do desastre natural.

Ontem, terça-feira, durante o Angelus da Solenidade da Assunção, o Papa havia elevado sua oração a “Maria Rainha da paz”, confiando a ela as “ansiedades e dores das populações que no mundo sofrem por causa de calamidades naturais, obtendo para todos consolação e serenidade”.

Fonte: Rádio Vaticano


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *