Shalom

Qual é o seu propósito inabalável?

Qual é aquele sonho que só você pode realizar por você?

comshalom

Qual a sua motivação para viver?

Ou será que você vive esperando respostas do outro?

A sua alma é o que te guia, ou a aprovação de outras pessoas é o seu espelho?

Qual a sua missão particular?

Qual é aquele sonho que só você pode realizar por você?

Com essas provocações, a psicóloga e logoterapeuta Silvia Araújo Candido abriu o simpósio “Sentido da Vida”, realizado no último domingo, pelo grupo de oração “Sede de Deus”, da Comunidade Católica Shalom – missão São Paulo.

“O maior mal do nosso tempo é a perda de sentido na vida”, disse, durante a palestra “Maturidade Humana”. Para ela, a pessoa madura é capaz de tomar decisões perante a própria vida. Sabe que seu passado não determina sua história e por isso responde à vida de maneira positiva.

“Ser maduro é ser responsável por si mesmo. Ser maduro é dar sentido às situações. É aprender com as adversidades, aprender e, de alguma maneira, ensinar alguém. Sair de si. Ajudar uma pessoa a se levantar”, disse a psicóloga, que também é consagrada da Comunidade Aliança.

Na sequência, Ricardo Lima, coach profissional e trainer na área de resiliência humana, nas apresentações sobre “Sentido da Vida” e também sobre “Vulnerabilidade” reforçou que o homem livre se expõe a riscos. “É quem aprende a importância de expor seus limites. É quem permanece autêntico mesmo diante da possibilidade de ser julgado. É quem não tem medo de dizer “Eu te amo”.

A capacidade de se expor emocionalmente é uma prova de coragem. É saber experienciar as incertezas. Abraçar a vida apesar dos riscos de exposição, por valorizar a autenticidade. Durante a palestra, como exemplo, Ricardo citou Jesus Cristo no momento em que pergunta aos apóstolos: E vós, quem dizeis que eu sou?

“Só quem é verdadeiramente livre  se permite ser julgado, não tem receio de se sentir exposto, de aprender, de se reconhecer imperfeito. E quando você aceita ser vulnerável, você cria mais conexão com as pessoas. Vale o mesmo na vida de oração: é importante olhar para si e apresentar a Deus  quem nós somos. E somos também limitações, fraquezas, nossas verdades”, destacou Ricardo, que é consagrado da Comunidade Aliança.

Para fechar o simpósio, o missionário da Comunidade de Vida Breno Dias, responsável local da missão São Paulo, falou sobre encontrar Deus em meio ao caos do mundo.

“Procuramos saciar a sede do nosso coração em cisternas vazias, em experiências que não contribuem para o nosso crescimento, que não condizem com nossos próprios valores. E muitas vezes a nossa força só nos atrapalha. Precisamos permitir que o Espírito Santo de Deus, o consolador das almas, venha a nós, por meio da oração, preencher a vida de sentido”, disse.

O simpósio “Sentido da Vida” foi encerrado com a Santa Missa. O grupo de oração Sede de Deus se reúne todas as quintas-feiras, às 20h15, no bairro Bela Vista, em São Paulo. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (11) 3853-1782 ou pelo e-mail saopaulo@comshalom.org

Simpósio Sentido da Vida, em São Paulo

Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *