Formação

Que não nos falte a luz da fé

I Jo 5, 4 que diz: “A vitória que vence o mundo é a nossa fé”. E de fato, os testemunhos de fé arrastam mais e mais pessoas para Deus.

Foto: Unsplash

Em Roma houve um poeta, Trilussa, que procurou também falar da fé. Numa poesia disse:

“Aquela velhinha cega, que encontrei / na tarde em que me perdi no meio do bosque, / disse-me: — se o caminho não o sabes / vou acompanhar-te eu, que o conheço. / Se tens a força de vir atrás de mim / de vez em quando te chamarei, até lá ao fundo, onde há um cipreste, / até lá acima, onde há uma cruz. Eu respondi: Assim será… mas acho esquisito / que me possa guiar quem não vê… / A cega, então, pegou-me na mão / e suspirou: — Caminha. — Era a fé“. (São João Paulo II, setembro de 1978)

Em tempos de grandes desafios no mundo como falar sobre fé tendo a nossa frente todo um caos que nos fecha e também nos amedronta? Recordo I Jo 5, 4 que diz: “A vitória que vence o mundo é a nossa fé”. E de fato, os testemunhos de fé arrastam mais e mais pessoas para Deus. Não podemos fechar os olhos para o caos que vivemos, no entanto, Deus é o Senhor da ordem e da paz e isto, primeiramente, deve acontecer dentro de cada um de nós.

Faz-se necessário lançar um olhar de fé e esperança sobre a vida! Eis o tempo de nos aproximarmos cada vez mais do Mestre e como discípulos seus testemunhar que sua misericórdia quer nos conceder as forças necessárias para esta batalha. Seguindo essa linha, podemos ser chamados de mártires do nosso tempo. Sim, pois somos nitidamente chamados a colocar o Cordeiro Santo no trono das nossas vidas e anuncia-Lo para aqueles que estão distantes e descrentes com o cenário que podemos ver hoje. O testemunho de fé e esperança faz o coração de Deus sorrir!

Testemunhos de vida sempre arrastaram multidões

Segundo a teoria de Camus: “A vida é irracional e sem sentido”. De fato, poderemos viver esta teoria se tirarmos Deus do cenário das nossas vidas e dos nossos corações e iniciar uma caminhada sem nenhum sentido. Por isso, urge a necessidade de que a evangelização não pode parar e a cada minuto nasce mais um evangelizador para desbravar não com gritos de uma voz, mas gritos de amor e oferta de corações resgatados que desejam resgatar a outros. Testemunhos de vida sempre arrastaram multidões, pois o mundo está fatigado de palavras, o homem de hoje espera de nós atitudes de amor e misericórdia.

A fé sempre nos dará algo que é a esperança de desfrutar daquilo que ainda não enxergamos, no entanto, de forma misteriosa se derrama em nossa vida. Aos missionários, mártires do nosso tempo, contamos com o seu testemunho de fidelidade e incansável coragem, não para agirem com medo mais agirem sempre com o coração unido ao do Mestre. Somos fortificados pela fé e alimentados pela esperança que nunca decepciona.

Um grande tesouro

Aos que experimentam da fé e da esperança neste tempo sentem a estrutura das suas vidas de transformarem. E é exatamente isto que é a fé, nos entregarmos a Deus e permitir que suas mãos hábeis transformem a nossa vida, isto não é trabalho fácil, no entanto quando encontramos um grande tesouro fazemos de tudo para possui-lo por que não com o próprio Cristo?

Se nossos corpos estão enfermos, não temais, eis que o Senhor não cochila e nem dorme e nada passa do seu olhar, nada escapa deste belo olhar de apaixonado por nossas almas. Se tivermos nossas almas enfermas, não temais, pois nenhum mal é mais forte que a Ressurreição de Cristo. Tal é a fé e a esperança, respondermos com generosidade ao Senhor e digo que darão este sim quem confiarem nos seus caminhos completamente e exercitarem a virtude da humildade.

 “Que te haja uma luz nos lugares escuros quando todas as outras luzes se apagarem” (Galadriel, Senhor dos Anéis). Ou seja, que não nos falte a luz da fé neste tempo. Olhemos para este cenário com um olhar de esperança e fé, pois a última palavra não é a morte mais a vida que Cristo Ressuscitado nos dá por meio da misericórdia. Que a Virgem Maria nos tome em suas mãos.

Paula França
Comunidade de Aliança


Comentários

Aviso: Os comentários são de responsabilidade dos autores e não representam a opinião da Comunidade Shalom. É proibido inserir comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem os direitos dos outros. Os editores podem retirar sem aviso prévio os comentários que não cumprirem os critérios estabelecidos neste aviso ou que estejam fora do tema.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *